Página Inicial Mais futebol Filosofia de Emily Lima: “Eu trabalho com grupo”

Filosofia de Emily Lima: “Eu trabalho com grupo”

Escrito porRedação Wsports 16 de dezembro de 2016
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Seleção Brasileira Feminina, comandada pela nova treinadora, Emily Lima, soma três vitórias em três jogos, 13 gols marcados e um sofrido no Torneio Internacional de Manaus. Desde a estreia contra a Costa Rica, a técnica já deu indício de que valoriza muito o grupo de jogadoras, quando fez as cinco substituições permitidas pela competição.

Na estreia, com goleada de 6 a 0 sobre a Costa Rica, Emily trocou: Tamires, Andressinha, Gabi Zanotti, Debinha e Bia por Camila, Rafaela, Chu, Millene e Adriane, respectivamente. Na segunda partida, mais uma goleada, 4 a 0 sobre a Rússia, mais cinco alterações: Fabiana, Rafaelle, Thaisa, Gabi Zanotti e Debinha foram substituídas por Poliana, Mônica, Fran, Gabi Nunes e Millene.

Para o terceiro confronto, com a Seleção Brasileira já classificada para a final e precisando de um empate para ter a vantagem da final, Emily Lima escalou o time com cinco alterações das duas primeiras partidas. Entraram no time: Mônica, Camila, Fran, Gabi Nunes e Chu. Antes de o jogo começar, ainda no vestiário, a treinadora explicou mais uma vez seu estilo de trabalho para as atletas.

– Eu trabalho com grupo. Na minha equipe vai entrar quem estiver melhor, e eu vou dar oportunidade a todas que estão aqui comigo. Por isso, aproveitem as oportunidades. Quem está começando o jogo hoje vai com tudo!

O próximo jogo da Seleção Feminina é no domingo (18): a final com a Itália, na Arena da Amazônia, às 16h45 (18h45 de Brasília).

Fonte; Confederação Brasileira de Futebol

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Três Estrelas