Página Inicial Mais futebol Melhor árbitro do Brasileirão, Claus elogia equipe e projeta Copa do Mundo

Melhor árbitro do Brasileirão, Claus elogia equipe e projeta Copa do Mundo

Escrito porRedação Wsports 13 de dezembro de 2016

A rotina de Raphael Claus segue a mesma desde 2002, ano em que se formou árbitro pela Federação Paulista de Futebol: treinos diários, alimentação regrada, estudos contínuos, olhos sempre focados em qualquer jogo de futebol na televisão e é claro muita concentração durante as partidas que apita.

Quatorze anos depois de estrear, Raphael Claus foi eleito o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro desta temporada, fato que se soma a outras duas premiações regionais: melhor árbitro do Campeonato Paulista de 2011 e 2016.

“É isso que queremos e fico feliz por conseguirmos, afinal é uma somatória de jogos e ações que nós precisamos conduzir, mas que só saem com o devido resultado, pois temos uma grande preparação onde o foco é não comprometer o resultado final das partidas”, ressaltou o árbitro de 37 anos.

Nascido em Santa Barbará d´Oeste no interior de São Paulo, Claus deixa claro o objetivo de manter os pés no chão, sem se iludir com tantos elogios. “Nunca me deixei levar por tantos elogios. Nós (árbitros) vivemos no fio da navalha. O meu trabalho influencia diretamente no trabalho de muitas pessoas relacionadas a partida de futebol. Quando entro em campo tenho que esquecer todas essas premiações e manter a mesma linha do meu início de carreira”, exaltou.

Embora focado nos objetivos próximos, Claus ressaltou que sonha em atingir seu ápice em uma Copa do Mundo. “Essas premiações nos trazem credibilidade e é claro que eu quero apitar uma Copa do Mundo. Seria meu ápice e a consagração de um trabalho diário árduo”, comentou o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro de 2016.

Trio de Arbitragem
Raphael Claus interrompeu sua fala ainda durante sua resposta sobre o sonho de ser um árbitro da Copa do Mundo. “Falamos muito de mim, mas eu faço questão se que se fale do trabalho dos meus assistentes durante todo essa jornada não somente no Brasileirão, mas também desde o início na Federação Paulista de Futebol”, exaltou o árbitro.

Marcelo Van Gasse e Rogério Zanardo foram eleitos junto de Claus pela CBF, porém Van Gasse foi substituído por Danilo Ricardo Simon Manis em algumas partidas na competição por estar escalado nos Jogos Olimpicos do Rio de Janeiro.

“Não posso esquecer do Danilo. Infelizmente apenas o trio pode ser premiado, mas ele também fez um grande trabalho. Esses três são espetaculares, afinal são meus olhos em campo e por muitos vezes eles são os grandes responsáveis por chegarmos ao vestiário e sabermos que tudo correu bem e não prejudicamos o resultado final de uma partida”, concluiu.

Fonte: Federação Paulista de Futebol