Página Inicial Saúde Instituto Nacional de Cardiologia lança campanha com bloco de carnaval

Instituto Nacional de Cardiologia lança campanha com bloco de carnaval

Escrito porRedação Wsports 17 de fevereiro de 2017
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bloco de Carnaval a plenos pulmões na frente do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio de Janeiro, pacientes cardíacos adultos e infantis aderindo à festa em nome de uma causa nobre. Já em clima de folia e com os ritmistas do Sacode Mangueira, projeto social da comunidade da Mangueira e apoiado pela escola de samba Estação Primeira de Mangueira, o INC lançou nesta quinta-feira (16/02) a campanha para aumentar as doações de sangue no Hemonúcleo. A ação começou de imediato e dura até o final do Carnaval.

A média diária está atualmente em 15 doações, quando a capacidade do Hemonúcleo do INC é de 80. O instituto aumentou em 28% as cirurgias cardíacas em 2016, chegando a 1.116 – haviam sido 871 em 2015. Somente em um dia desta semana, segunda-feira (13/02), ocorreram na unidade dois transplantes de coração – no ano passado inteiro haviam sido seis. Para comportar essa ampliação do atendimento cirúrgico, o estoque de sangue é essencial.

Os próprios pacientes infantis e suas mães se envolveram nas últimas semanas na organização da folia com o projeto Sacode Mangueira, como conta a terapeuta ocupacional Maria Regina Mascarenhas Horta, do INC. Eles participaram de uma oficina de máscaras, distribuídas no lançamento da campanha entre os pacientes adultos e os transeuntes na calçada do instituto. Os pacientes que estavam em condições foram retirados pelos profissionais do INC do interior do prédio e participaram ativamente da folia – as crianças ficaram no terraço da sobreloja do prédio, cantando com o bloco.

“A gente aproveita esses eventos para trazer um diferencial ao tratamento, busca a alegria e o entretenimento como fatores terapêuticos. No caso das crianças, é amenizar o sofrimento e ainda apoiar o desenvolvimento cognitivo”, ressalta Maria Regina.

> Receba as notícias de saúde em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook

A advogada Márcia Teixeira Maurício, de 48 anos, confessa que se sentiu muito acolhida no INC. Ela acompanha a internação de sua filha de nove anos, Maria Tereza Teixeira, que foi uma das crianças mais animadas durante a ação.

“Fiquei comovida com a sensibilidade dos profissionais do instituto. As atividades pensadas para as crianças internadas, criam um importante ambiente de socialização que elas adoram e tornam a permanência na unidade mais alegre.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.