Página Inicial Turismo Formosa: berço das águas e ecoturismo no entorno de Brasília

Formosa: berço das águas e ecoturismo no entorno de Brasília

Escrito porRedação Wsports 11 de abril de 2017
Quem é do Distrito Federal ou visita Brasília, não se encanta apenas com a beleza da arquitetura moderna que fez da Capital Federal um sítio histórico tombado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.  Dentro e fora do “quadrilátero” que forma o DF são muitos os atrativos naturais. Formosa (GO) é um dos destinos mais procurados pelos turistas e brasilienses. Além dos roteiros turísticos convencionais, os grupos de caminhada, ciclismo e aventura, entre outros, marcam encontros semanais pela internet em busca de atrativos naturais.
A Agência de Notícias do Turismo acompanhou um desses grupos. O ponto de encontro da caminhada para o Salto do Itiquira pela parte alta, em Formosa (GO), reuniu 28 trilheiros, três deles da Espanha, Índia e Filipinas. Coincidentemente o local de encontro, na saída norte da capital, era o mesmo local marcado por um grupo de mountain bike; de ornitólogos que iam observar pássaros na Estação Ecológica das Águas Emendadas; e de uma equipe de rapel que ia descer o Buraco das Andorinhas, também em Formosa. Esses são alguns dos atrativos que enchem de formosura o Planalto Central, no coração do Brasil.
O grupo que optou pela trilha entre a Cachoeira de Indaiá e o Salto do Itiquira não teve pressa em percorrer os nove quilômetros, de ida e volta, margeando o acidentado leito do rio Itiquira. O nível de dificuldade do percurso é moderado. O trecho de quatro quilômetros  e meio é repleto de paredões e uma sequência de cascatas (35 quedas d’água, de 4 m a 48 m de altura), corredeiras e piscinas naturais com pausas para banho e, para os mais aventureiros, a possibilidade de praticar rapel nas cachoeiras Indaiá e Véu de Noiva, as duas quedas d`água mais exuberantes ao longo do cânion.
A apoteose do passeio é o gigantesco Salto do Itiquira. A cascata de 168 metros de altura, o equivalente a um prédio de 56 andares, fica no abismo entre o alto e a parte baixa do atrativo natural. A pressão da água é tão forte que lembra uma chuva constante ao redor. Uma trilha íngreme, para quem deseja descer ou subir, faz a ligação entre as duas partes. O turista também chega ao local de carro por rodovia asfaltada até a entrada do Parque Municipal do Itiquira, que fica na parte baixa. Partindo de Brasília, o motorista segue pela saída norte (BR-020), passando por Sobradinho e Planaltina, até Formosa (GO) a 80 km do Plano Piloto do Distrito Federal.
> Receba as notícias do turismo em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook
Formosa é conhecida como o “Berço das Águas”.  São 16 cachoeiras, dezenas de nascentes (36 somente no Vale do Paranã) e rios que correm para as bacias do Amazonas, São Francisco e Paraná. O antigo Arraial dos Couros, como a cidade era chamada na sua origem (pouso de boiadeiros e garimpeiros), também atrai visitantes para a prática de esportes náuticos. Entre muitas lagoas, destaca-se a Lagoa Feia (muito bela por sinal) com 6 quilômetros de extensão. Atividades radicais são praticadas na Rampa de Voo Livre do Vale do Paranã (1.300 metros de altura), além de caminhadas por sítios arqueológicos, lajedos, abismos e descidas em cerca de 30 cavernas e grutas.
A Gruta das Andorinhas é um complexo de grutas e buracos com 250 metros de profundidade. É possível mergulhar no rio subterrâneo que corre pelo local. Já o Buraco das Araras é uma cratera com cerca de 1 quilômetro de diâmetro e mais de 100 metros de profundidade. O local é cercado por samambaias gigantes ancestrais. Os paredões de pedras são ideais para a prática de rapel e guardam uma gruta com águas cristalinas. Trilhas internas conduzem o visitante para formações de estalactite e estalagmite.
A cultura local se faz presente nas cores da Festa do Divino Espírito Santo, nos Pousos de Folia da Roça e nas rodas de catiras. Tempere a visita à Formosa com a culinária típica do Cerrado:  arroz com pequi, frango com guariroba, empadão goiano e galinhada.

Foto: Prefeitura de Formosa