radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Ademir Chiari pode deixar o cargo de presidente do Comercial no inicio da próxima semana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Após a derrota para o Noroeste de Bauru neste sábado(13), no estádio Palma Travassos, alguns torcedores entraram nas dependências do clube para protestar contra o time. A partida foi válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista da Série A3. Segundo a assessoria de imprensa não houve agressão.

Gran Steak 500×300

O fato deixou a diretoria do Leão do Norte bastante insatisfeita. Logo após o acontecimento o presidente Ademir Chiari disse que renunciaria ao cargo de dirigente máximo do time. Em nota para a imprensa a assessoria descreveu o ocorrido e confirmou que Chiari pensa em deixar o comando do alvi-negro.

O repórter João Vitor Cristovão da W Sports também falou com Chiari pelo telefone. ” Devo renunciar sim, não dá mais, muitas coisas precisam mudar no Comercial para eu voltar atrás”. Disse o presidente ao jornalista.

Na nota para a imprensa a assessoria também expressa o sentimento de Ademir de deixar o clube após o fato ocorrido. “Acredito ser melhor renunciar e deixar que eles (torcedores) administrem”. Afirmou.

O fato é que a cobrança é injusta, já que a diretoria do Comercial vem fazendo um ótimo trabalho nos últimos anos, mesmo não tendo nenhum recurso vindo do futebol com suas rendas todas bloqueadas pela justiça.

Veja na íntegra a nota da assessoria de impresa após o jogo.

Após a partida do Comercial FC contra o EC Noroeste, conforme todos ficaram sabendo, alguns torcedores adentraram ao estádio Palma Travassos indignados com os recentes resultados da equipe em campo.
A diretoria do clube compreende a insatisfação e busca diversas maneiras resolver as falhas e conquistar vitórias para manter o bom desempenho adquirido nos últimos 3 anos.


Porém, com tamanha luta para manter o Comercial ativo e participando dos seus compromissos, entende que invadir o estádio para cobrar de maneira mais intensa tais mudanças, não seja a melhor forma de resolver essas questões.
Tal cobrança não foi violenta e não houve agressão de nenhuma das partes, mas a diretoria que tanto se empenha para sanar diversos problemas que o clube enfrenta sente que há uma certa ingratidão por parte de alguns torcedores que, na emoção, acabam agindo com ingratidão diante dos esforços.


Há por parte de alguns integrantes que compõe a chapa eleita, o pensamento de pedir renúncia de seus cargos, inclusive o atual presidente Ademir Chiari que, em suas palavras disse “Acredito ser melhor renunciar e deixar que eles (torcedores) administrem”.

Nas ultimas campanhas do Comercial em suas competições o clube conquistou o acesso em 2018, avançou às quartas do paulista em 2019 e à semifinal em 2020, além de também chegar às quartas de final da Copa Paulista.


O resultado em campo nem sempre é o desejado. Todos se sentem chateados e descontentes com as desclassificações, mas o trabalho vem sendo feito e a diretoria que diariamente batalha para arcar com suas responsabilidades, solicita que haja uma reflexão dos torcedores, afinal, todos sabem que o clube não conta com dinheiro em seu cofreHoje, a diretoria lamenta o ocorrido e se indigna com a cobrança neste momento que deveria ser de união e companheirismo. Nem sempre será fácil, mas nunca haverá um só dia que não nos doaremos ao máximo para manter o respeito e a tradição do Comercial Futebol Clube.

Leia Mais

W Sports