Advogado do Botafogo FC se diz contrário a ação movida por torcedores contra a S/A e prega diálogo entre as partes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

O advogado do Botafogo Futebol Clube, Adalberto Griffo, se mostrou contrário a ação que torcedores movem com o objetivo de encerras as atividades do Botafogo Futebol S/A. Ele também se mostrou surpreso, pois segundo ele, depois de um ano e meio foram levantados alguns detalhes de reuniões antigas e que no momento em que elas eram realizadas ninguém se mostrou contrário.

UNIMED

“Sinceramente o que me surpreendeu foi que depois de um ano e meio começaram a se levantar detalhes de reuniões e de assembleias que na hora ninguém falou nada. O presidente do conselho não colocou lá que teria que ter fórum privilegiado, é aquela história, tudo foi aprovado, todo mundo aprovou. O Botafogo ficou 100 anos atrás de um parceiro, se é o Adalberto ou não, o Botafogo tem que ter um parceiro, se não, é absolutamente impossível de ser gerido com 35 milhões de dívida. Então, eu não sei sinceramente o que aconteceu, eu acho que essa divisão vem desde 2015 daquela eleição que foi muito acirrada, que o Gerson ganhou por 5 votos e agora o pessoal está fazendo um terceiro turno, o que é lamentável,” disse Griffo.

Ele afirma que não deviam ter feito a ação contra Adalberto Baptista e que também sempre foi a favor do diálogo.

“Não deviam ter judicializado. Eu no conselho com outros 12 ou 14 conselheiros, no dia que se levantou essa hipótese eu levantei e fiz constar expressamente na ata do conselho de que eu era contra judicializar, porque se judicializou, agora você tem que esperar a justiça decidir. Nós tínhamos que ter esgotado todos os caminhos administrativos antes de tomar uma medida judicial. Com todo respeito aos botafoguenses, e tem grades botafoguenses do outro lado, deviam ter tido um pouco mais de bom senso. Eu já conversei com o Adalberto e ele também entende que existem alguns exageros (no contrato), como aquela multa. Em suma, nós poderíamos ter acertado politicamente sem judicializar a discussão,” concluiu.

Mais informações do Botafogo você acompanha todos os dias no Programa WSports News às 10h30 ao vivo no Facebook e às 19h na TVRPCanal 9 Net.

Leia Mais