radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Alexandre Gallo entra em detalhes sobre sua saída do Botafogo e revelada “apunhalada” no clube.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Hoje (22), 22 dias após sua demissão do comando do Botafogo, o técnico Alexandre Gallo deu entrevista ao programa W Sports News. O treinador contratado no início do ano, visando uma boa campanha no Campeonato Paulista, foi demitido no dia 1 de abril, após quatro rodadas da competição e se tornou o 2º treinador com passagem mais rápida pela equipe.

Gallo quando perguntado sobre o sentimento após sua saída da equipe, disse ter se surpreendido com o comunicado e acrescentou que sua demissão foi uma decepção gigantesca, isso porque o técnico já sabia dos desafios que iria enfrentar quando chegou ao time. Ainda ressaltou as dificuldades na montagem do elenco que em sua chegada contava com apenas 9 jogadores e ainda atletas que precisavam resgatar sua forma física ou se recuperando de lesão. Além disso, entrou em maiores detalhes de como foi sua saída do Pantera.

UNIMED

Segundo o treinador, com a sua chegada e a do Dirigente de Futebol Paulo Pelaipe, muitas mudanças precisaram ser feitas, ainda mais no âmbito do extra-campo, o mais criticado pelo treinador. Desde uma certa falta de estrutura no clube ao acompanhamento físico e mental para os atletas do clube. O treinador, por exemplo, revelou que quando chegou ao time não tinha disponível o histórico de detalhamento da parte física de seus jogadores para a disputa da competição paulista. Esses pedidos e mudanças junto aos resultados em campo, na ótica de Alexandre Gallo, comprometem seu futuro na equipe de Ribeirão Preto já que, segundo ele, algumas pessoas de dentro da organização se sentiram incomodadas com tantas mudanças e poucas vitórias ou boas atuações.

Também ressaltou a confiança no trabalho de Adalberto Baptista e Paulo Pelaipe, porém criticou quem está à sua volta, já que o treinador acredita que alguém de dentro da diretoria — que não teve seu nome revelado — levou informações distorcidas ao Presidente. Isso ocorreu logo após o jogo treino com o Monte Azul, realizado no dia 21 de março, quando mesmo ganhando por 1 a 0, o time demonstrou um ritmo mais lento que foi considerado normal para Gallo, pois sua equipe vinha de um treinamento intenso na parte da manhã e realizou a atividade contra o Azulão na período oposto. O resultado do treino foi considerado pelo treinador como o estopim da situação, que culminou em uma “apunhalada” de acordo com o técnico, demitido com um retrospecto de quatro jogos a frente do Botafogo, três derrotas e um empate e três derrotas

Por fim Alexandre Gallo, quando questionado sobre polêmica de que o treinador teria sondado alguns jogadores do Pantera a fim de levá-los para o Santa Cruz, informou que havia comunicado apenas o zagueiro Victor Ramos, pois o Diretor de Futebol da seu novo clube o autorizou para isso, já que não conseguiram entrar em contato com o representante do atleta. Revelou também que ligou para agradecer e parabenizar o atleta indicado por ele no começo do ano para o elenco do Botafogo S/A. Completou dizendo que treinadores de outro clubes, sendo um da Série A e outro da B do Brasileirão, ligaram pedindo informações sobre o jogador que tem seu futuro ainda indefinido no time de Ribeirão Preto.

Assista a entrevista completa no programa W Sports News :

https://www.youtube.com/watch?v=UAZERRKbjpo

Foto: Agência Botafogo

Leia Mais

W Sports