Análise: Resultado bom, desempenho nem tanto; João Lucas mostra segurança

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

O Botafogo voltou de Cuiabá com um ótimo resultado na bagagem. O empate fora de casa permite ao Pantera vencer por qualquer placar o jogo da volta para garantir a vaga na final do campeonato brasileiro.

Apesar do grande resultado, o desempenho do time não foi tão positivo assim e o Bota apresentou um futebol muito burocrático, principalmente, no terço ofensivo do campo.

Gran Steak 500×300

A ausência de Pimentinha evidenciou a dependência que o time tem por ele. Veloz e quebrador de linhas, o jogador é fundamental no sistema de jogo do Botafogo e o elenco não tem um jogador com as mesmas características no banco. E convenhamos, um jogador deste quilate, nesta divisão, é milagre ter um.

O escolhido para resolver esse “pepino” na ponta direita foi Lucas Mendes. Não dá para dizer que ele foi mal, mas não também não da para afirmar que foi bem. A atuação do time como um todo fez com que o jogador aparecesse pouco no campo ofensivo.

+ Bota arranca empate em Cuiabá e precisa de uma vitória para ir a final

No meio-campo, Condé optou por escalar Léo Baiano na vaga deixada por Serginho. A escalação causa, no mínimo, estranheza, já que Matheus Jussa teve mais oportunidades entre os titulares e não teve nenhuma partida, de fato, ruim. Léo Baiano nos jogos que fez não foi bem e não deu a proteção que era esperada.

A atuação de Léo Baiano em Cuiabá não foi ruim, mas não passou do razoável. A estranheza não é causada pelo jogador, mas sim pela incoerência do treinador.

Xodó da torcida, João Lucas foi titular e não decepcionou. Fundamental em alguns lances cruciais, o prata da casa deu mais uma demonstração de que pode estar pronto para assumir a meta Botafoguense. Seguro, João brilhou em Cuiabá e, desta vez, não deu brecha para a desconfiança.

Em linhas gerais, o Botafogo trouxe para Ribeirão Preto um resultado melhor do que o futebol apresentado na partida, entretanto, como o futebol é um esporte de resultado, o Pantera se deu bem no jogo de ida.

Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo

 

 

Leia Mais

%d blogueiros gostam disto: