radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Após 30 cobranças, Ponte Preta elimina o Botafogo e está na semifinal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Após 30 cobranças, a Ponte Preta está nas semifinais do Trofeu do Interior. O time campineiro garantiu classificação em suada vitória nos pênaltis por 14 a 13, após empate por 0 a 0 no tempo normal, em confronto realizado na noite desta quinta-feira no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A Ponte Preta agora aguardará o restante dos jogos das quartas de final do Paulistão Sicredi para saber quem enfrentará na semifinal do Trofeu do Interior.  A última vaga ficará entre Red Bull Bragantino, Ferroviária e Inter de Limeira. Novorizontino e Ituano também estão classificados.

UNIMED

Pelo o que apresentou, a Ponte Preta merecia melhor sorte no primeiro tempo. Isso porque o time campineiro dominou as ações da partida e criou inúmeras oportunidades de balançar as redes do Botafogo. Contudo, o time de Ribeirão Preto se defendeu como pôde e garantiu ao menos o empate parcial antes do intervalo.

O time campineiro esteve a todo tempo no campo de ataque e criou a primeira chance de gol logo aos nove minutos, após cobrança de falta em que a bola acabou sendo desviada e parando na rede pelo lado de fora. Depois, aos 16, Niltinho invadiu a área e finalizou na saída do goleiro Caio, só que nenhum companheiro completou para o gol.

Em cima, a Ponte Preta voltou a criar chance aos 19, após cobrança de escanteio em que Luan, do Botafogo, tocou de cabeça e quase mandou a bola para dentro do próprio gol. Camilo, aos 30, também tentou abrir o placar em bonita cobrança de falta que acabou parando no travessão do time botafoguense.

A superioridade da Ponte Preta foi tão grande, que o Botafogo foi para o intervalo sem ter finalizado uma vez sequer ao gol defendido por Ygor Vinhas, num empate parcial injusto em Campinas.

No segundo tempo a Ponte Preta seguiu com postura ofensiva e perdendo mais gols. Logo aos três minutos, Apodi cruzou na medida para Camilo. O meia cabeceou, tirou do goleiro Caio, mas para fora.

Com o andamento da partida, a Ponte Preta sentiu a parte física e perdeu a intensidade, fazendo com que o Botafogo tivesse mais chances de construir jogadas com a bola nos pés. Aos 34, Ruan Renato saiu jogando errado, Luketa dominou e tocou para Renatinho. O atacante finalizou em cima do goleiro Ygor Vinhas, que fez excelente defesa.

Nos cinco minutos finais foi o Botafogo quem pressionou e inclusive poderia ter marcado em Campinas. Aos 45, Pará cobrou falta e a bola sobrou nos pés de Bruno, que chutou cruzado e obrigou Ygor Vinhas a espalmar pela linha de fundo, garantindo a igualdade no tempo normal.

Nas penalidades, após 30 cobranças, a Ponte Preta venceu o Botafogo por 14 a 13. Ygor Vinhas defendeu a última batida por Martineli.

Leia Mais

W Sports