Após vaias ao Botafogo-SP, treinador diz: “Não vaiaram a equipe, mas sim o resultado”

A relação do Botafogo com a torcida não caminha bem. Após o empate no último sábado (7), contra o América-MG, em Ribeirão Preto, a equipe saiu vaiada de campo e sob gritos de “time sem vergonha”. Foi a quarta partida sem vencer do Pantera na Série B do Campeonato Brasileiro.

O treinador do Tricolor, Hemerson Maria, disse estar acostumado com esse tipo de cobrança. Maria diz ter passado por muitos momentos no futebol e que prefere blindar o elenco botafoguense. 

Tonin 500

“Eu já passei por muitos momentos no futebol. Momentos de liderar o campeonato, de ser campeão, de brigar contra o rebaixamento, estar no G4, então, eu blindo o elenco. Não é porque vai ter uma manifestação, que eu vou tirar o atleta. Eu não sou pautado por isso, sou pautado pela minha consciência”, disse o treinador.

Sobre as vaias, o técnico botafoguense disse que elas foram pelo resultado e não pelo futebol apresentado pelo Botafogo, que, segundo ele, foi bom. 

“Eu acredito que o torcedor não vaiou a equipe, mas sim o resultado. Se a gente tivesse feito o gol nas chances que criamos, sairíamos aplaudidos, porque nós fizemos um jogo, principalmente no segundo tempo, com possibilidade de ganhar. Nós produzimos para vencer”, afirmou Maria. 

“Nós vamos dar uma reposta positiva. Vamos ter mais uma semana para trabalhar, os atletas estão entendendo o trabalho, a equipe está tendo uma evolução. Estamos na segunda rodada do returno e estamos invictos. O campeonato é muito nivelado e a gente tem que aumentar o nível de concentração, ser eficiente e ter resiliência”, completou o treinador do Pantera. 

O próximo compromisso do Botafogo nesta Série B é na próxima sexta-feira (13), contra o São Bento. A partida acontece no estádio Santa Cruz, às 19h15. 

Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo 

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: