Atacante do Botafogo chega atrasado em treino e é cortado da viagem para o Rio de Janeiro

Certo de ar de constrangimento pairava no ar neste sábado no embarque do Botafogo para  Volta Redonda, cidade onde o Pantera fará nesta segunda feira, às 19h,  sua terceira partida pelo Campeonato Brasileiro da Série C. O assunto nem era tratado abertamente e até pegou alguns jogadores de surpresa. O atacante Wesley chegou atrasado para o treino, foi proibido de treinar e cortado da delegação para o jogo de segunda-feira.
A decisão partiu do próprio treinador Rodrigo Fonseca.  O episódio do atraso no treino não foi o único problema criado pelo jogador nesta semana.  Mensagens de Whatsapp recebidas pela comissão técnica do Botafogo teriam denunciado Wesley em um evento altas horas da madrugadas nesta semana.

 

[the_ad id=”56118″]

 

O atacante estava  na lista dos jogadores que viajariam ao Rio de Janeiro. Ao site Wsports Fonseca afirmou que pretendia utilizar o jogador na partida contra o Volta Redonda por causa da rapidez do atleta e das grandes dimensões do campo adversário.
“Ele seria útil  ao nosso time na segunda-feira, lá o campo tem espaço para ele correr para cima dos adversários, sem contar que eu não terei Diego Pituca para este jogo”, lamentou o treinador.
Fonseca disse também que o grupo é ótimo está totalmente comprometido com o acesso,  que o ocorrido não pode mais acontecer, e servirá de exemplo para todo o grupo.  O caso já está entregue a diretoria, que cuidará da situação a partir de segunda-feira. Wesley poderá até ser multado pela direção do clube.

Foto: Luís Augusto | Ag. Botafogo

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario