Atletas de Ribeirão Preto embarcam para os Jogos Abertos nesta terça-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

As disputas da 83ª edição dos Jogos Abertos do Interior “Horácio Baby Barioni” começam nesta quarta-feira, dia 13 de novembro, mas os primeiros atletas começam a embarcar antes para a cidade de Marília/SP.


Cerca de 100 atletas, dos 297 que irão representar Ribeirão Preto nos Jogos, embarcam às 13h desta terça-feira, dia 12 de novembro, saindo da Cava do Bosque para Marília. Também na terça-feira acontecem os primeiros congressos técnicos de modalidades que precisam definir as disputas.

Gran Steak 500×300


O primeiro jogo de Ribeirão Preto será da equipe de Basquete Feminino, às 11h, que enfrenta o time de São Manuel. Ainda jogam as equipes de Atletismo Paralímpico, Badminton, Boxe, Futebol, Handebol, Tênis de Campo e Vôlei de Praia.


Júnior Nero, treinador da equipe de Handebol Masculino, falou sobre a estreia da equipe. “Estamos motivados e confiantes em realizar uma boa participação nos Jogos. Sabemos das dificuldades e do nível das equipes participantes, porém, vamos em busca do nosso objetivo, que é conquistar uma medalha”, afirmou.


“Estamos trabalhando para essa competição há alguns meses. Temos como objetivo buscar uma medalha, mas vamos pensar jogo a jogo, buscando evoluir na competição para alcançar nosso objetivo”, falou o atleta de Handebol, Hiuri Rozendo.

 

 

Jogos Abertos
Os Jogos Abertos do Interior foram criados em 1936, com o nome de Campeonato Aberto do Interior, tendo como idealizador Horácio “Baby” Barioni, um dos mais antigos cronistas esportivos paulistas.


Considerado o maior evento esportivo da América Latina, os Jogos Abertos recebem, em média, mais atletas do que os participantes da Olimpíada do Rio de Janeiro. Em 2016, contou com 11.400 esportistas de 205 países.


Reunindo seis cidades em Monte Alto, município localizado na Região Metropolitana de Ribeirão Preto, Uberlândia sagrou-se campeã da primeira edição, que recebeu apenas um torneio de basquete, superando Franca, Mirassol, Monte Alto, Olímpia e Piracicaba. O município mineiro sediou a competição no ano seguinte, na única vez em que o evento aconteceu fora do Estado de São Paulo. 


A partir de 1938 houve o reforço das provas de atletismo e, com isso, o evento começou a ganhar as suas características atuais, abrindo espaço para a entrada de mais modalidades e, com o passar dos anos, obteve cada vez mais importância, tornando-se uma espécie de olimpíada do interior de São Paulo.


Até a 82ª edição, somente nove cidades conquistaram o título. A maior campeã é Santos, com 26 títulos, seguida de São Caetano do Sul, com 16, e Santo André, com 12. A cidade que mais vezes conquistou o segundo lugar foi Campinas, com 18 vice-campeonatos. Santos também é a cidade que mais vezes sediou os Jogos Abertos, com oito edições, seguida de Ribeirão Preto, com cinco.


A melhor colocação de Ribeirão Preto em edições dos Jogos Abertos é o vice-campeonato, conquistado em sete oportunidades, nos anos de 1941, 1942, 1947, 1948, 1949, 1952 e 1953.

Leia Mais

%d blogueiros gostam disto: