Página Inicial Blog do Gabriel Mini guia do Campeonato Brasileiro – Parte 1: Galo favorito ao título e Corinthians brigando por Libertadores

Mini guia do Campeonato Brasileiro – Parte 1: Galo favorito ao título e Corinthians brigando por Libertadores

Escrito porGabriel de Faria 11 11America/Sao_Paulo Maio 11America/Sao_Paulo 2017

O Campeonato Brasileiro 2017 está prestes a começar. No sábado, a bola rola na competição nacional mais disputada do planeta – pelo menos é o que a maioria diz. É difícil fazer prognósticos de uma competição que vai durar sete meses, mas é impossível não apontar os favoritos no início, seja para título, Libertadores ou rebaixamento.

Entre hoje e amanhã (próximo post do blog), vou lançar minhas expectativas em relação aos 20 times que jogarão a elite nacional esse ano. Os pontos fracos e fortes, o craque, e a previsão de casa equipe. Hoje, por ordem alfabética, analiso dez clubes. Confira a seguir como casa time deve vir nesse início de competição.

Atlético-GO

Ponto forte: Atual campeão da Série B, o Dragão vai se apoiar no time que manteve a base do ano passado. Isso fica ainda mais importante quando se olha para o banco e vê que o técnico, Marcelo Cabo, foi mantido no cargo, e pode dar continuidade no bom trabalho de 2016, ainda que em 2017 o time tenha caído antes da final no estadual.
Ponto fraco: A falta de torcida pode ser um diferencial. sem os torcedores para apoiar a situação pode se complicar em casa, ainda mais em uma competição onde somar pontos como mandante é fundamental.
Previsão: Briga para não cair
Craque: Walter

Atlético-MG

Ponto forte: Hoje o Galo é um dos poucos times que, teoricamente, pode se gabar por ter um elenco forte, e não apenas um time. E não apenas isso. Além de jogadores com qualidade, os atletas do atual elenco são experientes e comandados por Roger, promissor comandante brasileiro.
Ponto fraco: O Atlético tem entrado como favorito em praticamente todos os anos nessa década, mas ainda não venceu o Campeonato Brasileiro, um jejum que já dura 48 anos. Essa pressão pelo caneco pode atrapalhar, mesmo para um elenco calejado como o atual
Previsão: Briga por título
Craque: Fred


Atlético-PR

Ponto forte: Jogar em caso ser um trunfo pode parecer clichê, mas para o Furacão isso é ainda mais real. A moderna Arena da Baixada, além de colocar os torcedores próximos ao gramado tem em seu terreno a grama sintética, que foi o diferencial em 2016 para a conquista de uma vaga na Libertadores, e isso pode se repetir esse ano.
Ponto fraco: Falta de regularidade é algo que quase custou a classificação do Atlético à Libertadores em 2016. Se em casa o time foi muito bem, o mesmo não pode-se dizer dos jogos fora. E o que pode pesar ainda mais é o elenco com idade avançada, que terá que ser poupado, principalmente se o time for longe na Libertadores.
Previsão: Briga por Libertadores
Craque: Thiago Heleno

Avaí

Ponto forte: O Avaí também terá como ponto forte a sua casa. A Ressacada, mesmo quando o time foi rebaixado, foi um fator importante para manter o time catarinense vivo até as últimas rodadas. Outro fator positivo é o técnico. Assim como o Atlético-PR, o Avaí manteve Claudinei Oliveira, que, apesar de já ter um bom número de times no currículo, é tido como promissor.
Ponto fraco: Apesar de ter chegado à final do Campeonato Catarinense, onde perdeu para a Chape, o Avaí foi mal na Copa do Brasil e na Primeira Liga. Essa oscilação não é permitida no Brasileirão, e aliado à qualidade técnica do plantel pode ser que os catarinenses tenham problemas.
Previsão: Briga para não cair
Craque: Marquinhos

Bahia

Ponto forte: Guto Ferreira é o cara. Com bons desempenhos em Série A com times menores, como a Chapecoense e a Ponte Preta, o treinador é a grande esperança do Tricolor na competição. O elenco, que para as limitações do time baiano é bom, pode dar alegrias ao torcedor.
Ponto fraco: A falta de firmação do time do Bahia na Série A preocupa. Nos últimos anos o time transitou entre a elite e a Série B muitas vezes, e esse ano isso pode ser um fantasma que vai assombras o Tricolor.
Previsão: Briga no meio da tabela
Craque: Hernane

 


 

Botafogo

Ponto forte: Mais um time que pode confiar no seu técnico. Apesar do susto na fase eliminatória da Libertadores, o time se superou e vai bem na fase de grupos. O elenco do ano passado, que iniciou a Série A tachado de ruim, levou, sob a batuta de Jair Ventura, uma vaga na Libertadores. Com bons nomes para 2017, o Fogão deve dar trabalho novamente.
Ponto fraco: Apesar de ter trazido bons nomes, o Botafogo não tem um elenco qualificado para suprir ausências importantes. Além disso, o time ainda disputa Libertadores e Copa do Brasil, e essa maratona pode atrapalhar os planos dos cariocas.
Previsão: Briga por Libertadores
Craque: Montillo

Chapecoense

Ponto forte: Após a tragédia em novembro, entre outros eventos, foi levantada a possibilidade da Chapecoense jogar três edições do Brasileirão sem poder ser rebaixada. O clube se negou a aceitar a proposta e começou um time do zero. E o time, no papel e em alguns momentos no desempenho em campo, não perde em qualidade para o de 2016. Assim, o elenco da Chape deve ser suficiente para manter a equipe mais um ano na elite.
Ponto fraco: Com um time montado em janeiro, é pouco tempo para esperar muita coisa da Chape. Essa falta de entrosamento pode atrapalhar, e isso ficou evidente em alguns jogos na temporada. Exceto no estadual, no qual foi campeã, o time de Chapecó caiu na primeira fase da Primeira Liga e vai mal na Libertadores, correndo risco de ficar de fora do mata-mata. Além disso, foi superado pelo Atlético Nacional na Recopa.
Previsão: Briga no meio da tabela
Craque: Reinaldo

Corinthians

Ponto forte: Mesmo que muitos torcedores torçam o nariz para Fabio Carille, é inegável o bom trabalho dele no Corinhtians. Com poucos jogadores de alto nível, o comandante criou um sistema consistente dentro de campo, e que se alia ao esforço dos jogadores, o que pode ser vital em um campeonato longo.
Ponto fraco: Mesmo saindo como campeão brasileiro, elenco não é o forte do Corinthians. Apesar do esquema tático estar dando certo, a falta de peças para repor pode dificultar a vida de Fabio Carille na competição nacional.
Previsão: Briga por Libertadores
Craque: Jadson

Coritiba

Ponto forte: Mesmo coma  demissão de Carpegiani no início da temporada, o time do Coritiba vem se dando bem em campo. Após a vitória sobre o Atlético-PR na final do estadual, o time ganha moral. Jogadores experientes podem também ser fundamentais para o Coxa, como Kleber, Anderson e Alecsandro.
Ponto fraco: Ainda tem muito a evoluir em campo. Claro que o momento atual é melhor que o do início da temporada, mas por enquanto não é suficiente para uma competição com o grau de dificuldade do Campeonato Brasileiro
Previsão: Briga no meio da tabela
Craque: Kleber

Cruzeiro

Ponto forte: O Cruzeiro montou um elenco muito forte. E não só isso. Mano Menezes foi mantido e trabalhou toda a pré-temporada, o que tem dado resultado, apesar da vacilada do time na Copa Sul-Americana, o que custou a eliminação da Raposa na competição;
Ponto fraco: Se Mano Menezes é parte do ponto forte, o comandante cruzeirense também pode ser um ponto fraco. A qualidade do treinador é inegável, mas normalmente se irrita fácil com as derrotas e isso pode refletir dentro de campo em seus jogadores, causando instabilidade no desempenho.
Previsão: Briga por Libertadores
Craque: Rafael Sóbis

Não perca amanhã aqui no blog a segunda parte desse mini guia do Brasileirão.