Botafogo abusa de perder gols, sofre empate em casa e se complica na Série C

Já faz algum tempo que as tardes de futebol para o torcedor do Botafogo são de angústia, sofrimento e tristeza.  Neste sábado(26), não foi diferente.

O jogo contra o Tupi de Juiz De Fora, no estádio Santa Cruz, era uma das três decisões que o Botafogo teria até o final da fase de classificação do Campeonato Brasileiro Da Série C. Agora, restam só mais duas.

Quando a equipe tricolor entrou em campo, o torcedor carregava a expectativa de ver um time diferente dentro das quatro linhas, agora, comandado por Vica, o novo treinador.

Neste aspecto, a expectativa correspondeu. Em campo ,o Pantera fez uma das melhores partidas da competição. Dominou quase o jogo todo. Até o adversário reconheceu isso após a partida. O técnico Ailton do Tupi-MG, disse na entrevista coletiva que seu adversário merecia a vitória porque dominou o jogo quase e tempo todo.

Elogiou Vica pelo esquema tático, mas não deixou de exaltar o esforço de sua equipe no resultado final. Alguns atletas do Galo Carijó, reclamaram muito do calor. O zagueiro Eduardo disse que saiu de Juiz de fora com 17 graus, e jogou em Ribeirão com mais de 30 graus.

O que não mudou no Botafogo-SP, foi a falta de capacidade de fazer gols. Mais uma vez, o tricolor perdeu muitos gols, e deixou de matar o jogo ainda no primeiro tempo, quando teve pelo menos, quatro oportunidades claras para marcar.

O esforço dos jogadores  do Pantera foi premiado com gol de Francis aos 22 minutos do segundo tempo, depois de uma arrancada do atacante Wesley pela esquerda. Ao invadir a área, viu que seu companheiro tinha mais condição de marcar. Francis, recebeu a bola com o goleiro praticamente batido e concluiu para os fundos da redes.

Mas a alegria botafoguense durou pouco. Em uma cobrança de escanteio, jogada totalmente previsível , o Tupi-MG, empatou o jogo doze minutos depois. Em uma cobrança de escanteio, Patrik, subiu de cabeça e igualou o placar.

Daí por diante, o que se viu em campo foi o desespero tomando conta do time da casa. Ainda no primeiro tempo, o árbitro Felipe Gomes do Paraná, não marcou um pênalti claro sobre o atacante Wesley.

Após sua estreia, o técnico Vica elogiou o esforço de seus jogadores, lamentou o empate e fez uma declaração curiosa. – Esta semana treinamos chutes a gols e nossos jogadores chutaram quase todas as bolas por cima, chegamos a achar que o problema seria a bola, mas na verdade eram os jogadores que não estavam chutando bem. Achamos estanho isso. Vamos continuar treinando-

O Botafogo continua na disputa, só que agora, vai precisar vencer seus dois jogos restantes, e contar com tropeços dos adversários. Os próximos encontros serão contra o Tombense em Minas Gerais, e sem seguida contra o Ypiranga de Erechim-RS.

Botafogo – Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Carlos Henrique, Vitinho (Ronaldo) e Morais (Rondinelly); Francis (Alex Gonçalves), Edno e Wesley. Técnico: Vica.

 Tupi-MG – Paulo Henrique; Lucas (Johnathan), Fernando, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Leandro Brasília, Diego Luis e Andrey; Ítalo (Rafael) e Marcinho (Patrick). Técnico: Aílton Ferraz.

Gols: Francis, aos 22’/2ºT (Botafogo); Patrick, aos 34’/2ºT (Tupi-MG);
Cartões amarelos: Morais (Botafogo); Bruno Santos e Leandro Brasília (Tupi-MG);

Público: 2.708 pagantes / 2.993 total
Renda: R$ 46.060,00

Fonte – Agência Botafogo – Rogério Morotti

%d blogueiros gostam disto: