radio-wsports
Clique e ouça aqui!

BOTAFOGO CRIA OPORTUNIDADES, MAS PERDE DA PONTE PRETA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

O Botafogo pressionou, criou oportunidades de gol, mas perdeu para a Ponte Preta por 1 a 0, neste sábado (13), no Estádio Santa Cruz, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

O único gol da partida foi marcado por Léo Naldi, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Gran Steak 500×300

Com o resultado, o Tricolor continua com um ponto no Grupo 1.

De acordo com a tabela, o Pantera volta a campo diante do Ituano no sábado (20), às 21h, no Estádio Novelli Júnior, em Itu. A partida, porém, pode ser adiada já que o Governo de São Paulo suspendeu as atividades esportivas por 15 dias.

A definição ocorrerá nesta segunda-feira (15), quando será realizada uma reunião entre os representantes do Governo e da FPF (Federação Paulista de Futebol). A entidade também se reunirá com os clubes no período da tarde.

O JOGO

No duelo contra a Ponte Preta, o Botafogo não pode contar com o treinador Alexandre Gallo, o lateral direito Marlon, o zagueiro Matheus Santos, os meio-campistas Tortello e Vinicius Kiss e o atacante Luketa, que foram diagnosticados com COVID-19. 

Com essas ausências, as novidades no time titular botafoguense foram o meia-atacante Renatinho e o atacante Richard, que atuaram pela primeira vez na competição. 

A etapa inicial foi aberta com boas oportunidades de gol. O primeiro ataque perigoso foi da Ponte Preta. Logo no primeiro minuto, Moisés aproveitou uma roubada de bola no campo de ataque e finalizou rente à trave. 

A resposta foi imediata. Aos 4 minutos, Dudu escapou pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro, mas Richard não chegou a tempo de concluir. Dois minutos depois, Pará arriscou de fora da área e assustou Ygor Vinhas. 

A Ponte Preta chegou novamente em outro chute de fora da área com Thalles, mas o goleiro Igor fez boa defesa. 

A melhor chance, porém, ocorreu aos 39 minutos. Dudu trocou passes com Rafael Marques e saiu na cara do gol. O camisa 20 tocou no canto, mas Ygor Vinhas fez uma excelente defesa. 

No último lance da etapa inicial, a Ponte Preta abriu o placar. Nos acréscimos, Léo Naldi completou cruzamento na pequena área e fez 1 a 0. 

No segundo tempo, o auxiliar técnico Valdir Benedito, que substituiu Alexandre Gallo, voltou com duas modificações: Luan e Michel nas vagas de Yan Victor Renatinho, respectivamente. 

O Pantera pressionou e criou excelentes chances. Logo aos 4 minutos, Rodrigo bateu da entrada e a bola saiu raspando a trave. Dois minutos depois, Emerson desviou de cabeça e Ygor Vinhas fez excelente defesa. 

O Botafogo continuou pressionando a Ponte Preta. Aos 15 minutos, Pará cruzou para Richard, que cabeceou e mandou na trave. Aos 30 minutos, o atacante arriscou da intermediária e Ygor Vinhas espalmou para escanteio. 

O Tricolor manteve a pressão, rondou a área adversária até o último minuto, mas não conseguiu chegar ao empate. 

BOTAFOGO X PONTE PRETA
LOCAL:
 Santa Cruz
DATA: 13 de março, sábado
HORÁRIO: 19h (de Brasília)
ÁRBITRO: Thiago Luis Scarascati
ASSISTENTES: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Vitor Carmona Metestaine
CARTÕES AMARELOS: Rodrigo e Richard (Botafogo) Marcos Júnior, Jean Carlos, Anderson e Faye (Ponte Preta)
CARTÃO VERMELHO:
GOLS: Léo Naldi, aos 45 minutos do primeiro tempo
BOTAFOGO: Igor; Rodrigo Ferreira (Judivan), Victor Ramos, Fabão e Pará; Yan Victor (Luan), Emerson e Renatinho (Michel); Dudu (Denilson), Rafael Marques (Neto Pessôa) e Richard. Auxiliar Técnico: Valdir Benedito.
PONTE PRETA: Ygor Vinhas; Marcos Júnior, Ruan Renato, Luisão e Jean Carlos (Anderson); Léo Naldi (Robinho), Vini Locatelli (Igor Maduro), Thalles, Pedrinho (Faye); Moisés e João Veras. Técnico: Fábio Moreno

Agência Botafogo

Leia Mais

W Sports