Botafogo perde para Operário e encerra invencibilidade na Série C

O Botafogo sofreu sua primeira derrota na Série C. Em Ponta Grossa, no Paraná, o Tricolor perdeu para o Operário por 3 a 1.

O Pantera até saiu na frente, em gol de pênalti convertido por Jheimy. Mas, sucumbiu a pressão do time paranaense e levou a virada no estádio Germano Krüger.

Tonin 500

Os destaques do jogo foram Schumacher, autor de dois gols e Lucas Batatinha, que incendiou a zaga Tricolor e deixou o seu.

Com o resultado o Botafogo perde a invencibilidade, única no campeonato até então. Mas segue entre os quatro primeiros colocados do grupo.

+ Botafogo encara Operário fora de casa para assumir liderança

O jogo

Em início truncado, com pequenas chances para os dois lados, o Botafogo logo abriu o placar. Aos, 8, Sosa colocou a mão na bola e, após conferir o lance com o bandeirinha, o juiz marcou pênalti para o Tricolor. Na cobrança, bola para um lado, goleiro para o outro. Jheimy foi o batedor.

O jogo seguiu bastante nervoso, com pressão do Operário. O ímpeto do adversário deu certo e, aos 25 minutos, Lucas Batatinha recebeu bola lançada e empatou a partida com um forte chute.

A partir daí a pressão ficou ainda maior para o time da casa. Usando bastante bolas aéreas, o Fantasma virou com Schumacher.

+ Condé espera confronto “diferente” contra o Operário

Após cruzamento pela esquerda de Clayton, o atacante cabeceou firme, virando a partida em Ponta Grossa.

O Tricolor sentiu o nervosismo do jogo e três jogadores tomaram cartão amarelo antes do intervalo. Lucas Mendes, após falta em Batatinha e Garré e Jheimy, que foram advertidos por reclamação no mesmo lance.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Lucas Mendes foi substituído por Marcos Martins, voltando de lesão após mais de um mês no departamento médico.

Aos 5 minutos o Operário quase ampliou. Lucas Batatinha desceu em velocidade e abriu para Robinho sozinho pela esquerda, que chutou em dois tempos, resultando em grande defesa de Tiago Cardoso.

Aos 11, Jheimy recebeu de Garré dentro da área, deixou o zagueiro no chão, mas finalizou de maneira bizarra, perdendo boa oportunidade de empatar o jogo.

Após essa chance, o jogo ficou morno, com poucas oportunidades para ambos os lados. A entrada de Tchô, no lugar de Elder Santana não surtiu grande efeito.

+ Acompanhe o WSports também no Facebook

No minuto 25, o Operário ampliou. Após cruzamento na área, Erick desviou e a bola sobrou para Schumacher, que testou firme, estufando as redes de Tiago Cardoso.

Com o terceiro gol do Operário, Condé colocou Pimentinha, tirando do jogo Guilherme Garré.

As alterações não surtiram grandes efeitos e o Operário segurou o placar no Germano Krüger. Com a derrota, o Operário tomou a segunda colocação do Botafogo, que cai para a terceira posição no grupo.

Foto: José Tramontin / OFEC

 

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: