Página Inicial Botafogo SP Bota não vence o Corinthians há 25 anos; porém, Pantera defende maior série invicta desde 2009

Bota não vence o Corinthians há 25 anos; porém, Pantera defende maior série invicta desde 2009

Escrito porGabriel de Faria 6 06America/Sao_Paulo Abril 06America/Sao_Paulo 2017

O Botafogo está próximo de chegar à semifinal do Campeonato Paulista 2017. Claro que não será fácil, para isso terá que vencer o Corinthians no tempo normal ou empatar nos 90 minutos e triunfar nas cobranças de pênalti. Nos últimos jogos não perder virou algo normal para o Pantera. Com o empate na ida, o Tricolor soma sete partidas sem ser derrotado, sua maior série positiva desde que retornou à Série A1 do estadual.

A última derrota foi há mais de um mês, no dia 25 de fevereiro, para o Santos, na Vila Belmiro, por 2 a 0. De lá para cá foram duas vitórias botafoguenses e cinco empates, superando a marca de seis partidas em 2010, quando o Bota venceu quatro vezes e empatou outras duas.


Tabu contra o Corinthians

Se por um lado o Corinthians terá que quebrar a sequência positiva do Botafogo, por outro o Pantera precisa encerrar um jejum de quase 26 anos se quiser chegar às semifinais com vitória no tempo normal. Isso porque o time ribeirão-pretano triunfou sobre o time paulistano pela última vez em 1991.

Na ocasião, o Pantera venceu por 1 a 0, com gol de Bira, em partida válida pelo Paulista daquele ano, no estádio Santa Cruz, que recebeu um público de 9.774 pagantes. Naquele confronto o Bota entrou em campo com: Marola; Leandro Silva, Vágner, Deleoni e Carlos Roberto; Galo, Otávio e Paulinho Andeolli; Bira, Marcelo Vita (Demétrius) e Claudinho. O técnico era Geninho. O Bota conseguiu uma vaga na segunda fase do estadual de 1991, mas caiu na fase seguinte.

A partida decisiva entre Botafogo e Corinthians será nesse domingo, às 16h, na Arena Corinthians, e o portal Wsports acompanha o jogo em Tempo Real, minuto a minuto, a partir das 15h30. Lembrando que qualquer empate leva o duelo para os pênaltis. Já o vencedor, independente do placar, garante vaga na próxima fase.

Foto: Rogério Moroti | Ag. Botafogo