Botafogo-SP deve ganhar dois reforços para a partida contra o Operário-PR

O Vila Nova-GO já é passado na vida do Botafogo. A derrota para o time goiano foi a primeira do Pantera na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Roberto Cavalo vinha de um sequência de três vitórias e estava sem perder há oito partidas. Em um pênalti polêmico aos 50 segundos de jogo, o Vila abriu o placar e garantiu a vitória dentro do Estádio Santa Cruz.

Uma ausência que vem sendo bastante sentida pelos botafoguenses é a de Felipe Saraiva. O atacante é destaque da equipe por seus dribles e velocidade e costuma incendiar a partida quando está em campo. Foi assim contra o Vitória-BA, na estreia do Bota na Série B, quando saiu do banco de reservas e participou dos três gols do Pantera na vitória por 3 X 1. Mas na rodada seguinte, contra o América-MG, em Belo Horizonte, o atacante sentiu uma lesão na coxa e precisou sair de campo, deixando o Pantera com um jogador a menos aos 35 minutos do segundo tempo.

Tonin 500

Na última semana, Saraiva voltou a trabalhar com bola e já deve estar à disposição do treinador Roberto Cavalo para a partida contra o Operário, no próximo sábado (25), no Paraná. No último sábado, Saraiva acompanhou a derrota para o Vila Nova-GO do lado de fora, mas tratou um resultado adverso como algo normal, principalmente em uma competição longa e bastante disputada, como é a Série B.

“Não é porque estávamos ganhando que estava tudo certo, e não é porque perdemos que está tudo errado. A gente tem que trabalhar, melhorar o que o professor vai passar para a gente. Agora é manter os pés no chão porque a Série B é um campeonato muito difícil”, disse o atacante.

Mesmo com a derrota, o Tricolor se manteve na parte de cima da tabela. O Pantera ocupa a 2° colocação, apenas 1 ponto atrás do atual líder, o Londrina. Saraiva ressaltou a importância dos resultados conquistados pelo Bota nas outras partidas.

“O professor sempre fala sobre ganhar essa ‘gordurinha’, para lá na frente não sofrer com os pontos perdidos, como foi nesse último jogo. Jogo em casa, precisamos nos impor, o árbitro prejudicou, mas não justifica. Temos que colocar a cabeça no lugar e melhorar”, destacou Saraiva.

Saraiva disse estar pronto para voltar e já se colocou à disposição do treinador para a próxima partida do Pantera.

“Eu quero, mas não depende só de mim. Eu vou estar à disposição do professor e se ele optar, eu começo o jogo”, afirmou o jogador.

Outro reforço para o ataque do Bota na partida contra o Operário é Júlio César. O atacante chegou ao Botafogo na última semana e também está à disposição de Roberto Cavalo para a partida no Paraná.

Foto: Raul Ramos/Ag. Botafogo

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: