Botafogo vai mal no jogo aéreo, sofre dois gols pelo alto e conhece a primeira derrota na Série C

O Botafogo não conseguiu superar o Volta Redonda fora de casa na noite dessa segunda-feira, no fechamento da terceira rodada da Série C do campeonato Brasileiro. No estádio Raulino de Oliveira, o Pantera sofreu dois gols que surgiram em jogadas de bola parada e foi derrotado por 2 a 0.
O Botafogo, que caiu para a quinta colocação do Grupo 2 com quatro pontos, volta a campo no próximo domingo, às 18h, contra o Joinville, no estádio Santa Cruz.

O jogo

O Volta Redonda foi melhor na primeira etapa, criando as melhores chances de gol. A primeira grande oportunidade foi logo aos 10 minutos. Dija Baiano recebeu boa bola na esquerda, finalizou forte, mas Neneca fez ótima defesa. No rebote, os donos da casa finalizaram mais uma vez, mas a defesa do Bota salvou em cima da linha.
Cinco minutos mais tarde Felipe Augusto cruzou na cabeça de Marcelo, que cabeceou bem no gol do Botafogo, mas Neneca fez linda defesa, espalmando para o lado.
Com 20 minutos de jogo, Francis, que já estava sentindo dores, saiu, dando lugar ao atacante Mário. O Botafogo não melhorou muito, e aos 23 o Voltaço chegou mais uma vez. Em mais uma cabeçada, dessa vez de David Batista, a bola passou raspando a trave defendida de Neneca.
O Botafogo voltou melhor no início da segunda etapa. Morais chegou pela esquerda, cruzou rasteiro, mas nem Samuel Santos nem Vitinho chegaram a tempo de finalizar a gol.
[the_ad id=”56118″]
Aos 17, o castigo. Em falta pelo lado direito do ataque do Volta Redonda, Dija Baiano cruzou na área, o atacante do time carioca cabeceou forte, obrigando boa defesa de Neneca, mas a bola sobrou para David Batista, livre, que só empurrou de cabeça para o fundo da rede botafoguense.
O Botafogo pareceu ter sentido o gol, e pouco fez para reagir no placar no Raulino de Oliveira. Aos 28, em outra cobrança de falta levantada na área, o goleiro Neneca saiu para socar a bola, mas Marcelo raspou, de costas para o gol, e a bola morreu novamente no fundo da rede panterina, ampliando o marcador para os cariocas.
Com o resultado ruim, Rodrigo Fonseca apostou em Isaac no lugar de Mário, recuando o camisa nove Edno para o meio campo. Na prática, isso pouco deu certo. Dija Baiano ainda teve boa chance de ampliar aos 38 minutos, mas chutou por cima do gol defendido pelo goleiro Neneca.

 

Drogao 500×300
Tonin 500×300
Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
%d blogueiros gostam disto: