Botafogo vence a Portuguesa de virada e está na decisão

De virada, o Botafogo venceu a Portuguesa na noite desta quarta-feira (3), por 3 a 1, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, e garantiu vaga na decisão da Copa Paulista 2021. Bruno Michel, com dois gols, foi determinante para a vitória do time tricolor.

No confronto de ida, a Portuguesa havia vencido por 2 a 1, em São Paulo e ficado em vantagem para chegar à final. Contudo, o Botafogo fez valer o mando de campo e, apesar de sair atrás no placar, teve tranquilidade para buscar a vitória e a classificação diante do seu torcedor. O adversário na decisão será o São Bernardo, que eliminou o São Caetano na outra semifinal.

Os times fizeram um primeiro tempo eletrizante. Com postura bastante ofensiva, o Botafogo esboçou pressão logo no início, mas viu a Portuguesa abrir o placar. Aos 14 minutos, Victor Bolt saiu jogando errado e Caio cruzou na área. A bola rebateu na defesa e sobrou para Cesinha encher o pé, mandando para o fundo das redes.

Apesar da desvantagem, o Botafogo manteve seu estilo de jogo no ataque e dez minutos depois empatou a partida. Aos 24, Dudu Hatamoto cruzou na área, Hélio Paraíba furou, mas Bruno Michel, em lance individual, tocou na saída do goleiro. Igualdade merecida diante da superioridade do time de Ribeirão Preto.

Depois do primeiro gol na partida, a Portuguesa recuou demais e viu o Botafogo dominar as ações. Tanto é que a virada foi uma questão de tempo. Aos 31, Rafael Tavares fez jogada trabalhada com Bruno Michel e finalizou cruzado, forte, colocando os donos da casa pela primeira vez na frente do placar.

O segundo tempo foi menos movimentado e os dois times tiveram cautela para sair ao ataque. O Botafogo seguiu tendo mais posse de bola e ficando mais presente no setor ofensivo, enquanto a Portuguesa teve dificuldades para trocar passes e ficou refém das jogadas em velocidade pelo lado do campo.

Aos 32 minutos, Bruno Michel recebeu na entrada da área, ajeitou para a perna esquerda e acertou belo chute de longe, sem chances de defesa para Thomazella, aumentando a vantagem do Botafogo para chegar à decisão.

Com o placar em 3 a 1, a Portuguesa não abaixou a cabeça e foi ao ataque para descontar, mas tarde demais. Antes do apito final, aos 43, os jogadores reservas dos dois times se desentenderam e causaram tumulto, mas logo os ânimos se acalmaram e a classificação ficou pelo lado botafoguense.

FOTO: João Victor Menezes/Ag. Botafogo

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario