Bronze no Rio 2016, Rafael Silva conquista nova medalha no Grand Slam de judô em Paris

O judô brasileiro se despediu do Grand Slam de Paris com o bronze de Rafael Silva (+100kg), conquistada na penúltima luta do tradicional torneio francês. O pesado medalhista de bronze nos Jogos Londres 2012 e Rio 2016 conseguiu um ippon sobre o bósnio Harun Sadikovic e ficou com a terceira colocação. Eduardo Yudi Santos (81kg) também chegou à disputa do bronze neste domingo, dia 12, mas sofreu o ippon contra o francês Baptiste Pierre e acabou na quinta colocação. Os próximos compromissos da seleção brasileira são os Abertos de Roma (masculino) e Oberwart (feminino) nos dias 18 e 19 de fevereiro e o Grand Prix de Dusseldorf nos dias 24, 25 e 26.

“É importante começar a temporada com medalha, ainda mais em uma competição como o Grand Slam de Paris. O foco é a classificação para o Mundial e, garantindo essa vaga, também ter uma boa participação na competição que é a mais importante do ano. A redução de tempo deu uma dinâmica diferente de luta. Já vínhamos treinando para isso mas sentir na pele é outra coisa. Outra mudança importante que mexeu um pouco com a forma de lutar foi o fato de as punições não definirem a luta como critério de desempate”, disse Rafael Silva.

> Receba as notícias do esporte em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook

Rafael Buzacarini (100kg) e Victor Penalber (81kg) venceram uma luta mas pararam nas oitavas-de-final. Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Luciano Correa (100kg) e David Moura (+100kg) também lutaram neste domingo, mas não conseguiram avançar em suas chaves.

Foto: Divulgação | CBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: