Caio Dantas espera sua vez e agora brilha com a nove Botafoguense

“A oportunidade não marca horário”. Está é uma frase que foi utilizada por diversas vezes pelo técnico Léo Condé nesta temporada, e no caso de Caio Dantas, ela é extremamente verdadeira.

O camisa nove titular do Botafogo chegou ao clube para a disputa do campeonato paulista, entretanto, não teve oportunidades e sequer entrou em campo.

Apesar de não ter tido espaço, pois Bruno Moraes e Jheimy viviam boa fase, o treinador sempre fez questão de destacar as qualidades e a vontade de Caio. O tempo passou, o elenco mudou e o campeonato brasileiro chegou.

Com o torneio nacional também vieram as oportunidades e logo em seu segundo jogo vestindo as cores do Pantera, o primeiro gol. Mesmo com a volta de Jheimy ao time titular, Caio mostrou que estava em bom nível para quando fosse necessária sua utilização.

+ Análise: Entendimento tático dos jogadores impressiona; Padrão de jogo também

Hoje titular absoluto do time e vivendo ótima fase, Caio Dantas revela que mesmo nos momentos em que não jogava, sempre acreditou em seu potencial e revela que seguir trabalhando forte e manter a cabeça no lugar foram primordiais para colher frutos no futuro.

“Mesmo naquela situação eu não deixei de acreditar em nenhum momento. É claro que tinham dois bons atacantes e eu precisava respeitar, mas eu tinha na minha cabeça que uma hora seria a minha vez. Graças a Deus pude ir bem. Sempre fiz bons treinamentos desde quando cheguei e isso me deixou preparado para aproveitar a chance”, afirmou Caio Dantas.

“Não foi fácil chegar até esse momento”. Assim começa a resposta de Dantas quando perguntando sobre o momento que está vivendo no Botafogo.

“Está sendo muito bom, é o que sempre busquei desde quando cheguei aqui. Hoje estar podendo vestir essa camisa é uma alegria muito grande. Não foi fácil chegar até esse momento e por isso vou dar sempre o meu máximo dentro de campo para poder corresponder ao que o treinador pede e procurar manter o nível de atuações”, contou o novo dono da camisa nove Botafoguense.

CD9 comemora o seu gol contra o Luverdense (Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo)

Quando o Botafogo rescindiu o contrato do então titular, Jheimy, a diretoria do clube anunciou que buscaria uma peça de reposição no mercado, mas a dificuldade em encontrar bons nomes e o desempenho de Dantas nos jogos fez com que a diretoria optasse por não trazer um jogador para a posição.

Dantas acredita que o seu desempenho nas partidas seguintes a rescisão podem ter ajudado a diretoria mudar de ideia em relação a contratação.

“Pode ser que sim, mas a diretoria do Botafogo é muito qualificada e sempre busca nomes para fortalecer o nosso elenco. Eu sempre segui focado em fazer o meu trabalho e acho que eles foram acreditando ainda mais no meu futebol. Vou procurar manter o que estou fazendo, buscando sempre melhorar”, disse Caio Dantas.

Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario