radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Clubes devem aceitar proposta de jogos a cada 48 horas para dar continuidade ao Paulistão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Com o Campeonato Paulista paralisado no Estado de São Paulo pelo menos até o próximo dia 11, a FPF, a partir da elaboração do novo protocolo contra a Covid-19 e a instauração da “bolha” nos clubes, estuda alternativas para conseguir terminar a competição no prazo planejado, no dia 23 de maio. Isso porque a CBF já notificou que não deve atrasar o calendário do Brasileirão, pressionando ainda mais a Federação Paulista.

Porém, para que isso possa ocorrer, a data limite para a volta dos times aos gramados teria que ser logo no dia 12 de abril, um dia após o fim do decreto que colocou o estado na fase emergencial, ou até antes do dia 11, algo que será discutido na reunião entre a FPF e o Ministério Público que provavelmente acontecerá nesta segunda-feira. Não seria apenas isso, a federação propõe, assim que houver a permissão para a prática do futebol, colocar jogos do Paulistão com intervalos de apenas 48 horas para outras competições, visando encurtar o calendário paulista.

Bodytech 300X200

Os clubes devem concordar com a proposta e para algumas equipes como Corinthians, Santos, Palmeiras, São Paulo e Bragantino que disputam outras competições, teriam apenas dois dias de descanso entre uma partida do estadual e da Copa do Brasil ou Libertadores, por exemplo. Isso também significaria para algumas equipes, que possuem tabela cheia, a disputa da competição escalando jogadores que são considerados reservas.

Dito isto, nada ainda foi definido com clareza e estas propostas ficam no campo da especulação porque ainda não se sabe ao certo quando o Paulistão irá voltar, já que a FPF precisaria convencer o MP, além de depender de seu apoio a fim de conseguir a liberação para realizar o torneio.

Até o momento foram adiadas cinco rodadas que estavam previstas na tabela do Campeonato Paulista, por isso os clubes junto a federação correm contra o tempo para realizar as partidas que faltam.

Leia Mais

W Sports