Com força “máxima”, Bota recebe o Corinthians

O Bota encara o Corinthians neste domingo, em jogo que, para o Pantera, vale a liderança do grupo D. Devido a possibilidade de poder terminar em primeiro, e a chance de poupar jogadores para o confronto contra o Santos, o técnico Léo Condé viveu um dilema nos últimos dias: Poupar ou usar força máxima?

Caso vença o seu jogo, e o Santos seja derrotado pelo São Bento, o Botafogo terminaria a primeira fase na liderança, o que faria com que o segundo jogo das quartas fosse decidido no estádio Santa Cruz. Em contrapartida, por ter o elenco reduzido, e os vários problemas de lesões que afetaram o elenco do Tricolor durante toda a competição, Condé poderia poupar jogadores, e ainda evitar que jogadores como Lucas Taylor e Diones, que estão pendurados com dois amarelos, corram o risco de serem suspensos e perderem o jogo contra o Santos.

Drogao 700×400

+ Nos últimos 10 anos, Bota é o time do interior que mais se classifica para as quartas

O comandante do Bota não confirmou o time que começa jogando, mas de acordo com o que foi visto na última e única atividade antes do jogo contra o Corinthians, Condé deve mandar o que tem de melhor a disposição, poupando apenas os pendurados. O Botafogo deve iniciar com a seguinte escalação: Tiago Cardoso; Taylor ( Marcos Martins), Naylhor, Plínio e Mascarenhas; Serginho, Walfrido, Diones (Carlos Henrique) e Danielzinho; Dodô e Jheimy.

Com o DM cada vez mais vazio, Condé pode ter, pelo menos no banco, a volta do volante Willian Oliveira, que estava com um problema no ligamento colateral do joelho. O artilheiro Bruno Moraes segue fora, se recuperando de um problema muscular, que não deve preocupar para o duelo contra o Santos.

Willian Oliveira deve ficar no banco contra o Corinthians.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Agência Botafogo

Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
%d blogueiros gostam disto: