Página Inicial Botafogo SP Gimenez e Canela não tinham seguro pessoal; as famílias dependem de ajuda

Gimenez e Canela não tinham seguro pessoal; as famílias dependem de ajuda

Escrito porRedação Wsports 4 04America/Sao_Paulo dezembro 04America/Sao_Paulo 2016

O site Wsports procurou saber se os ex-jogadrores do Botafogo, Guilherme Gimenez e Aílton Canela, vítimas da tragédia, tinham seguro de vida pessoal . O empresário e gestor dos atletas, Eduardo Zanello, afirmou que não, porém está na expectativa da colaboração da entidade máxima do futebol brasileiro e do clube que os atletas atuavam.

“Estamos contando com a ajuda que foi prometida às famílias [pela CBF e Chapecoense] para ajudar esposas e filhos”, contou. Questionado sobre a existência de alguma documentação oficial sobre estas propostas de ajuda às famílias dos jogadores, Zanello disse que não.


Logo após o trágico acidente, a diretoria da Chapecoense informou que se responsabilizaria pelos próximos 14 salários de cada jogador, e que o dinheiro seria entregue diretamente aos familiares.

Em seguida, foi a vez CBF, que se pronunciou informando a responsabilidade de 12 salários integrais respectivos a cada jogador. Com a posição das entidades, as famílias dos atletas teriam respaldo pelos próximos 26 meses.

Se estas promessas não forem cumpridas as famílias destes atletas estarão duramente prejudicadas, pois, a maioria dos jogadores da Chapecoense eram jovens, vindo de famílias de pouco poder aquisitivo. E pelo pouco tempo de carreira a maioria não conseguiu juntar dinheiro e realizar investimentos. É o caso especifico de Gimenez e Canela. Gimenez e Canela não tinham seguro pessoal; as famílias dependem de ajuda