Condé espera confronto “diferente” contra o Operário

O Botafogo enfrenta no domingo o Operário, e para o técnico Léo Condé, o desafio contra o time de Ponta Grossa será completamente diferente do que foi contra o Joinville no último domingo.

“Vai ser um jogo, acredito eu, com uma característica diferente do que foi contra o Joinville, que tem um time com muitos jogadores consagrados e com uma rodagem boa, porém, um jogo mais cadenciado e com pouco conjunto porque eles mudaram muito. Já o Operário é um time que não conta com muitos nomes rodados, mas bons jogadores, com um conjunto muito bom”, afirmou Condé.

+ Sem Plínio, Condé esboça time titular em último treino no Santa Cruz

Atual campeão da segunda divisão do Paraná, o Operário vem de uma derrota expressiva para o Cuiabá e busca reabilitação no campeonato.

Retornos

 Para o confronto, alguns retornos estão previstos. Everton Heleno, que foi expulso contra o Tupi, está de volta e deve ficar como opção no banco de reservas. Outro que volta a dar as caras é o lateral-direito Marcos Martins, que está afastado do time desde o final do campeonato paulista.

Martins viajou com o elenco e deve ser opção ao menos do banco de reservas do Pantera. Se o técnico poderá contar com os retornos, a utilização do último contratado Everton Santos, ainda não será possível, já que o jogador ainda aprimora forma física. A estreia de Everton deve acontecer somente contra o Ypiranga, na rodada seguinte.

Martins está de volta ao Botafogo (Foto: Murilo Bernardes)

 

 

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario