Contra tabu na Arena da Baixada, São Paulo visita o Atlético-PR

Contra tabu na Arena da Baixada, São Paulo visita o Atlético-PR

Tricolor jogou 16 jogos no estádio e nunca venceu na casa do Furacão

Em situação delicada no Brasileirão, o pressionado São Paulo visita o embalado Atlético-PR, às 21h45 desta quarta-feira, em Curitiba. Há três jogos sem vencer, o Tricolor perdeu para o Atlético-MG,caindo para o 14º lugar.

Portanto, um triunfo do São Paulo na Arena, onde jamais venceu (11 derrotas e cinco empates), recolocaria o time na briga pelo G6 e espantaria a crise que ronda o Morumbi.

“Partida tradicionalmente difícil, mas temos que buscar os pontos lá. Não conseguimos vencer no último final de semana, então isso nos traz pressão para ganhar um jogo que na história, o São Paulo não traz vitórias na Arena da Baixada. Temos que buscar o resultado fora de casa, e para isso vamos ter de mudar o rumo da história”, analisou o técnico Rogério Ceni.

Em relação ao time que perdeu no domingo, o São Paulo terá algumas mudanças. Em descrédito com a torcida, pelas frequentes falhas, e com a diretoria, pelas declarações feitas após o revés diante do Galo, Lucão sequer viajou com a delegação para Curitiba, assim como Maicon, que está perto de ser vendido ao Galatasaray, da Turquia.

Assim, o miolo de zaga no esquema 3-4-3 de Rogério Ceni deverá ser formado por Éder Militão, Rodrigo Caio e Douglas. A lista de desfalques também tem Maicosuel, ainda aprimorando a forma física, João Schmidt, com um entorse no joelho esquerdo, e Denis, com uma tendinite no ombro esquerdo. No ataque, Wellington Nem pode ceder lugar a Marcinho, o que levaria Thiago Mendes ou Buffarini à ala direita, já que Bruno sequer foi relacionado por opção técnica.

Furacão em boa fase

Já o Furacão começou a reagir na competição, embora ainda figure na zona de rebaixamento. As duas vitórias conquistadas até o momento, entretanto, aconteceram fora de casa, o que não é comum para a história da equipe rubro-negra, sempre forte em seus domínios. Diante do Tricolor, por exemplo, na nova Arena foram realizados 15 confrontos desde 1999, com 11 vitórias atleticanas e quatro empates.

Para que os números sigam favoráveis, o técnico Eduardo Baptista pode novamente promover mudanças na equipe. A peça-chave para isso é Sidcley. O lateral tem se mostrado decisivo jogando no meio-campo e, se for mais uma vez deslocado, abre espaço para a entrada de Nicolas pelo lado. Na defesa, Paulo André pode ser mais uma vez poupado, enquanto no ataque a expectativa é de mais uma chance para Grafite desencantar diante de seu ex-clube.

Quem retomou seu espaço na equipe e mais uma vez aparece entre os titulares é Deivid, que projeta pressão no caldeirão rubro-negro. “É difícil atuar em casa vindo de derrotas. Então essas duas partidas foram abençoadas para nós, o time estava precisando. Agora, com essas duas vitórias, teremos tranquilidade para buscar a primeira vitória dentro de casa”, avaliou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 21 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wágner do Nascimento Magalhães (RJ – Fifa)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Deivid e Lucho (Nicolas); Nikão, Douglas Coutinho (Pablo) e Grafite
Técnico: Eduardo Baptista

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Militão, Rodrigo Caio e Douglas; Thiago Mendes (Buffarini), Jucilei, Cícero (Thiago Mendes) e Júnior Tavares; Cueva, Marcinho e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

Foto: Rubens Chiri | Saopaulofc.net

 

%d blogueiros gostam disto: