Contra tabu na Arena da Baixada, São Paulo visita o Atlético-PR

Contra tabu na Arena da Baixada, São Paulo visita o Atlético-PR

Tricolor jogou 16 jogos no estádio e nunca venceu na casa do Furacão

Em situação delicada no Brasileirão, o pressionado São Paulo visita o embalado Atlético-PR, às 21h45 desta quarta-feira, em Curitiba. Há três jogos sem vencer, o Tricolor perdeu para o Atlético-MG,caindo para o 14º lugar.

Portanto, um triunfo do São Paulo na Arena, onde jamais venceu (11 derrotas e cinco empates), recolocaria o time na briga pelo G6 e espantaria a crise que ronda o Morumbi.

Coxilha dos Pampas 300X200

“Partida tradicionalmente difícil, mas temos que buscar os pontos lá. Não conseguimos vencer no último final de semana, então isso nos traz pressão para ganhar um jogo que na história, o São Paulo não traz vitórias na Arena da Baixada. Temos que buscar o resultado fora de casa, e para isso vamos ter de mudar o rumo da história”, analisou o técnico Rogério Ceni.

Em relação ao time que perdeu no domingo, o São Paulo terá algumas mudanças. Em descrédito com a torcida, pelas frequentes falhas, e com a diretoria, pelas declarações feitas após o revés diante do Galo, Lucão sequer viajou com a delegação para Curitiba, assim como Maicon, que está perto de ser vendido ao Galatasaray, da Turquia.

[the_ad id=”56118″]

Assim, o miolo de zaga no esquema 3-4-3 de Rogério Ceni deverá ser formado por Éder Militão, Rodrigo Caio e Douglas. A lista de desfalques também tem Maicosuel, ainda aprimorando a forma física, João Schmidt, com um entorse no joelho esquerdo, e Denis, com uma tendinite no ombro esquerdo. No ataque, Wellington Nem pode ceder lugar a Marcinho, o que levaria Thiago Mendes ou Buffarini à ala direita, já que Bruno sequer foi relacionado por opção técnica.

Furacão em boa fase

Já o Furacão começou a reagir na competição, embora ainda figure na zona de rebaixamento. As duas vitórias conquistadas até o momento, entretanto, aconteceram fora de casa, o que não é comum para a história da equipe rubro-negra, sempre forte em seus domínios. Diante do Tricolor, por exemplo, na nova Arena foram realizados 15 confrontos desde 1999, com 11 vitórias atleticanas e quatro empates.

Para que os números sigam favoráveis, o técnico Eduardo Baptista pode novamente promover mudanças na equipe. A peça-chave para isso é Sidcley. O lateral tem se mostrado decisivo jogando no meio-campo e, se for mais uma vez deslocado, abre espaço para a entrada de Nicolas pelo lado. Na defesa, Paulo André pode ser mais uma vez poupado, enquanto no ataque a expectativa é de mais uma chance para Grafite desencantar diante de seu ex-clube.

Quem retomou seu espaço na equipe e mais uma vez aparece entre os titulares é Deivid, que projeta pressão no caldeirão rubro-negro. “É difícil atuar em casa vindo de derrotas. Então essas duas partidas foram abençoadas para nós, o time estava precisando. Agora, com essas duas vitórias, teremos tranquilidade para buscar a primeira vitória dentro de casa”, avaliou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 21 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wágner do Nascimento Magalhães (RJ – Fifa)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Deivid e Lucho (Nicolas); Nikão, Douglas Coutinho (Pablo) e Grafite
Técnico: Eduardo Baptista

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Militão, Rodrigo Caio e Douglas; Thiago Mendes (Buffarini), Jucilei, Cícero (Thiago Mendes) e Júnior Tavares; Cueva, Marcinho e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

Foto: Rubens Chiri | Saopaulofc.net

 

Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
%d blogueiros gostam disto: