radio-wsports
Clique e ouça aqui!
Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Depois de 25 anos de espera, o Bragantino volta para o cenário internacional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Na última segunda-feira (15), logo após o empate contra o Sport na Ilha, o Braga garantiu sua classificação para a copa internacional depois de mais de duas décadas de espera. A última participação do Bragantino em uma competição internacional foi em 1996 pela extinta Copa Conmebol, quando foi até as quartas-de-final e perdeu para o Santa Fé da Colômbia.

O 11.º lugar do Brasileirão e a conquista da vaga para a Copa Sul-Americana em apenas um ano após a ascensão à elite do futebol brasileiro, premia o grande investimento, gestão e planejamento de futebol gradativo. Prova disso é que no ranking das maiores folhas salariais da Série A o Massa Bruta aparece apenas em 18.º lugar da lista (1,7 milhões), à frente apenas de Sport e Atlético-Go.

UNIMED

Desde antes da campanha do título na segunda divisão a equipe soube trabalhar com suas limitações, soube encontrar as oportunidades certas de mercado e lapidar seus jovens jogadores que passaram a ser protagonistas na elite do brasileiro.
Um retrato disso são os casos de Arthur e Claudinho, os grandes craques do time atualmente, que no passado não tiveram tanta projeção e foram pouco aproveitados em seus clubes de origem, mas hoje, com a experiência adquirida, tem impacto direto na retomada do Bragantino no cenário nacional e agora internacional. A dupla tem 29 participações em gols dos 49 feitos pela equipe no Brasileirão, seja finalizando ou assistindo os companheiros.

Por fim o Red Bull Bragantino ainda luta pela 8.ª lugar no brasileiro, que está a um ponto de distância, algo inédito que o colocaria na próxima edição da Copa Libertadores e brindaria a excelente temporada da equipe. Assim com a chegada de novos reforços, a evolução/lapidação de alguns jogadores na parte técnica e uma melhor definição de jogo, a equipe de Maurício Barbieri tem tudo para crescer mais na parte tática e fazer um bom ano, já que estará em campo pelas competições de alto nível.

Leia Mais

W Sports