Dica Unimed – Setembro Verde: saiba mais sobre a campanha de doação de órgãos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Segundo a Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos (Adote), mais de 30% das pessoas que precisam de transplante morrem na lista de espera. São dados alarmantes, que podem ser revertidos.


Alguns órgãos que podem ser doados.– Coração: o transplante ocorre quando o doador falece de morte encefálica. Recomendado a receptores com insuficiência cardíaca. 


– Válvulas cardíacas: transplante indicado para pessoas com doenças coronárias. 
– Fígado: 

transplante indicado para casos de cirrose hepática. O fígado é um órgão que se regenera. Ou seja, uma pessoa pode doar parte de seu fígado em vida. 


– Pulmão: transplante indicado para pessoas com doença pulmonar grave. Em casos especiais, dois doadores podem doar em vida e salvar uma terceira pessoa. 
– Ossos: 

transplantes para lesões da coluna e próteses são alguns dos exemplos de aplicação.


– Medula óssea: responsável por produzir componentes do sangue, a medula é utilizada para a cura de patologias como a leucemia.


– Rim: por serem dois, podem ser doados em vida e não apenas após o falecimento. Transplante indicado para casos severos de hipertensão, diabetes e insuficiência renal crônica, entre outros.

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario