radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Dudu valoriza marca histórica pelo Palmeiras e sonha com título da Libertadores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

Autor dos dois gols do Palmeiras no empate por 2 a 2 com o Bahia, no último domingo (11), o atacante Dudu registrou mais um feito histórico com camisa palestrina. Com os tentos diante dos baianos, o camisa 7 igualou Ademir da Guia na terceira colocação dos maiores artilheiros palmeirenses na história do Campeonato Brasileiro (36 gols) e ultrapassou Paulo Nunes na lista de artilharia geral do clube em todos os tempos (63 gols).

Com 36 gols só em Brasileiros, Dudu está atrás apenas de Leivinha (2º do ranking com 40 bolas na rede) e de César Maluco (maior artilheiro do Verdão em Brasileiros com 61 gols). Ademir da Guia, Leivinha e César Maluco (nomes que aparecem neste top 3) atuaram na equipe paulista entre os anos 60 e 70.

Bodytech 300X200

“É muito importante para o jogador marcar o nome na história do clube. Fico feliz por isso, por tudo o que estou vivendo no Palmeiras. Mas sabemos que o que deixa mais marcado são os títulos. Tenho de procurar ganhar títulos para, no futuro, olhar para trás e ver que fiz uma bonita carreira no clube”, afirmou o palmeirense, que também passou a ser o 34º maior goleador do Alviverde em todos os tempos, ao lado de Romeiro e Mirandinha.

Campeão da Copa do Brasil (2015) e do Campeonato Brasileiro (2016 e 2018), Dudu mira outra competição para ficar marcado de vez na vida do clube: a Conmebol Libertadores. “É o título máximo da América do Sul, é o título que todo torcedor sonha, não somente do Palmeiras como dos outros clubes também. Se ganharmos esse título, ficaremos marcados para o resto da vida do clube. Sabemos como é difícil ganhar a Libertadores, tantos jogadores passaram por aqui e só um elenco conseguiu ganhar. A gente está batendo na trave, passando perto. Está na hora de chegarmos até a final e ganhar esta competição. Sabemos que é muito difícil, há muitas equipes boas. Estamos cada vez mais maduros nesta competição. Trabalharemos para, quem sabe, ser neste ano”, declarou o atleta, que vê um aprendizado após a eliminação para o Boca Juniors-ARG, em 2018.

“No ano passado, faltou atenção naquele jogo. Fizemos um jogo controlado quase todo o tempo e nos minutos finais tomamos dois gols. Depois, em casa, também tomamos gols que não tomávamos. Em alguns momentos, é falta de atenção. Acho que passamos por um momento difícil, mas nos reencontramos de novo. A gente vem fazendo boas partidas. Nos jogos contra o Grêmio, temos de ter a maior atenção possível para não darmos nenhuma bobeira. Estaremos jogando contra uma equipe de muita qualidade. Se tivermos um minuto de desatenção, será muito ruim para a gente”, avisou.

O primeiro encontro entre Palmeiras e Grêmio, pelas quartas de final da Conmebol Libertadores, acontecerá na terça-feira (20), às 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS. Uma semana depois, na terça (27), novamente às 21h30, os times decidem a vaga para a semifinal do torneio no estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP. Contudo, antes dos embates pela Libertadores, os clubes medirão forças pelo Campeonato Brasileiro, em confronto marcado para o próximo sábado (17), às 21h, em solo gaúcho.

“A gente sabe que é difícil jogar lá (em Porto Alegre), mas a gente faz bons jogos contra o Grêmio. Espero que a gente consiga fazer três grandes jogos contra eles e passar para a semifinal da Libertadores. Mas, antes, sabemos do compromisso de sábado pelo Brasileiro. Precisamos retomar a nossa caminhada com vitória. Sabemos que será difícil, o Grêmio é uma equipe boa, jogando há muito tempo junto. Tenho certeza que serão três grandes jogos”, falou Dudu, comentando sobre a atual situação do Palmeiras no Nacional.

“A gente sabe que todo time passa por esse momento de oscilação no Campeonato Brasileiro. Estamos passando por este momento, agora é trabalhar no dia a dia para voltarmos a vencer no Brasileiro. As outras equipes encostaram, perdemos a gordura que tínhamos. Agora é continuar focado, trabalhando para vencer o mais rapidamente possível e as coisas voltarem ao normal”, concluiu o atacante.

Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação 

Leia Mais

W Sports