Em dois jogos, Botafogo-SP não venceu o Operário-PR

O Botafogo já está viajando rumo à cidade de Ponta Grossa, no Paraná. No próximo sábado (25), o Pantera enfrenta a equipe do Operário, às 19h, no Estádio Germano Krüger. As duas equipes vem de derrota na competição, mas em situações diferentes no campeonato. O Tricolor perdeu em casa na última rodada para o Vila Nova, por 1 X 0, mas é o 3° colocado na tabela. Já o time paranaense foi derrotado pela Ponte Preta, em Campinas, também por 1 X 0. O Fantasma, porém, é o 17° colocado e ocupa a zona de rebaixamento.

O Operário-PR pode ser considerado uma sensação. A equipe é bi-campeã e brasileira. Venceu a Série D do Campeonato Brasileiro em 2017 e no ano seguinte, faturou a Série C do Brasileirão, vencendo o Cuiabá, que eliminou o Pantera na semifinal, nas finais do campeonato. Aliás, os únicos confrontos entre Botafogo e Operário foram disputados na terceira divisão do campeonato nacional.

Tonin 500

O primeiro encontro foi no palco da partida do próximo sábado. No dia 27 de maio de 2018, em Ponta Grossa, o Pantera viajou até o Paraná e acabou derrotado por 3 X 1. O Tricolor chegou a abrir o placar, com gol de Jheimy, em cobrança de pênalti, logo aos 8 minutos do primeiro tempo. O Pantera não soube administrar a vantagem e levou a virada ainda no primeiro tempo. Lucas Batatinha empatou aos 25 minutos, enquanto Schumacher virou aos 41. Na segunda etapa, Schumacher, mais uma vez, marcou e deu números finais a partida. Naquela ocasião, o Pantera era o último time invicto no campeonato.

No segundo turno, o encontro foi no Estádio Santa Cruz, casa do Fogão. Na disputa pela liderança do grupo, o Fantasma saiu na frente com gol de Xuxa. O Pantera reagiu e Caio Dantas, no final do primeiro tempo, deixou tudo igual para o Tricolor. Na segunda etapa, Lucas Batatinha deixou o time paranaense em vantagem, mas a alegria durou pouco. Caio Dantas, mais uma vez, marcou e deixou o placar empatado. O resultado em Ribeirão garantiu a classificação para o mata-mata ao Operário-PR.

Na próxima partida, desta vez, válida pela Série B do Brasileirão, o Pantera pela frente, novamente, Lucas Batatinha e Schumacher, algozes do Tricolor no ano passado. Além disso, o atacante Felipe Augusto, vice-artilheiro da Série C 2018 com a camisa do Pantera está no time paranaense. Rafael Chorão, que tem passagens pelo Tricolor também está no Fantasma.

Foto: Raul Ramos/Ag. Botafogo

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: