Emocionado, Cesinha fala sobre os bastidores do acesso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

O futebol é um esporte de muitas variáveis e o psicológico de um atleta é colocado à prova em vários momentos. As oscilações dentro do esporte permitem que um atleta seja elogiado num dia e criticado no outro.

No Comercial, alguns jogadores se encaixam bem nestes requisitos, principalmente, o meio-campista Cesinha. O jogador foi destaque em boa parte competição, sendo líder do elenco em estatísticas como passe, assistência e cruzamentos.

Bodytech 300X200

Entretanto, na reta final, Cesinha caiu de produção e quase perdeu o lugar no time titular. Foi bancado por Pinho nos jogos decisivos e esteve em campo nos dois confrontos contra o São José, durante todo o tempo.

+ TJD absolve o Comercial por ameaça a árbitro

Emocionado, Cesinha fez questão de enaltecer os companheiros e a força da torcida nos momentos decisivos.

“É uma coisa inexplicável, você vê essa torcida aqui dentro, nos apoiando o tempo todo, entrando no campo, tirando fotos. Eles nos empurram sempre, não criticaram em momento nenhum e nós conseguimos coroar todos nós com este acesso”, disse o volante.

Ao término do jogo, os portões foram abertos e os torcedores tiveram acesso ao gramado e puderam ter contato com os jogadores logo após a partida. Cesinha classificou o momento como “único”.

“Eu fiquei muito emocionado, na hora que terminou o jogo, eu não tive reação, não sabia o que fazer, se chorava, se eu abraçava alguém, e ver minha família aqui dentro, chorando junto comigo, é uma coisa que não tem explicação”, contou o meio-campista.

Foto: Leonardo Del Sant / WSports

 

Leia Mais