Fábio Carille pode se tornar o segundo técnico tricampeão pelo Corinthians

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

A final do Paulistão Sicredi entre Corinthians e São Paulo pode ser um marco na carreira de um corintiano específico: Fábio Carille. Caso seja campeão, ele pode se tornar o segundo treinador corintiano a alcançar o tricampeonato pelo clube.

Comandante nas conquistas de 2017 e 2018, Carille pode igualar o feito de Guido Giacominelli, comandante e cartola alvinegro nos títulos de 1922, 1923 e 1924.

Dono do maior número de títulos paulistas da história, o Corinthians pode alcançar o seu quarto tricampeonato. Com 29 conquistas, o time de Parque São Jorge já se tornou tricampeão em 1922, 1923 e 1924; 1928, 1929 e 1930; 1937, 1938 e 1939.

Bodytech 300X200

Vale lembrar que apenas no primeiro tricampeonato, o clube teve um técnico tricampeão: Guido Giacominelli.

Após a “Era” Guido Giacominelli, o Corinthians voltou a ser tricampeão em outras duas oportunidades, mas nunca com o mesmo técnico. Em 1928 e 1929, Ângelo Rocco era o comandante, enquanto Virgílio Montarini era o responsável em 1930.

No outro tri, Neco e Antônio Pereira estiveram à frente em 1937 e Del Debbio e Ângelo Rocco em 1938 e 1939.

A apenas 90 minutos de entrar para história corintiana, Fábio Carille falou sobre a possibilidade de marcar o seu nome na galeria dos principais treinadores do clube.

“Eu sei que é muito normal essa ansiedade, não gosto de ler muito, mas as notícias chegam. Não trato como um peso. É um privilégio passar por esses momentos. É um privilégio grande ser técnico desse time”, enfatizou.

Outros tricampeões
O último técnico tricampeão paulista por uma única equipe foi Antoninho Fernandes, campeão pelo Santos em 1967, 1968 e 1969. Já Vanderlei Luxemburgo ostenta a marca de ser o único tricampeão paulista do século, mas por dois clubes distintos: 2006 e 2007, pelo Santos, e 2008 à frente do Palmeiras.

Corinthians e São Paulo decidem o Paulistão Sicredi no domingo (21), às 16h, na Arena Corinthians. Por conta do empate sem gols na primeira partida, a equipe que vencer ficará com o título. Uma nova igualdade faz com que o campeão seja conhecido por meio de penalidades máximas.

Leia Mais

%d blogueiros gostam disto: