Falta de agressividade e baixo aproveitamento da defesa na bola aérea: Neneca aponta erros do Bota no RJ

Depois do técnico Rodrigo Fonseca comentar sobre a derrota do Botafogo para o Volta Redonda por 2 a 0, culpando as trocas que foi forçado a fazer antes da partida, o goleiro Neneca analisou onde houve falhas na equipe do Pantera no Rio de Janeiro, no duelo válido pela terceira rodada da Série C.
Segundo o camisa um, faltou agressividade aos jogadores de frente, que pouco incomodaram o adversário durante os 90 minutos de jogo, e que o time também deixou a desejar na parte defensiva, principalmente nas jogadas aéreas, já que foi em lances pelo alto que saíram os dois gols adversário.
“Eu acho que a parte ofensiva não foi agressiva como tem sido nos últimos jogos, e um dos nossos pontos fortes que é a defesa, na bola aérea, não tivemos a felicidade de evitar essa jogada do adversário, e foi assim que saíram os dois gols do adversário”, falou.
Sobre o lance do segundo gol, Neneca diz que saiu para dividir com Marcelo, atleta que marcou o tento que garantiu a vitória do Volta Redonda, mas que não percebeu que a bola tinha ido em direção ao gol, e lembra que já vinha alertando os companheiros nesse tipo de jogada.
“Foi um lance em que eu saí para dividir com o jogador do outro time, acabou tendo aquele choque, não tive a noção se a bola foi para frente ou atrás. Mas eu já vinha alertando os companheiros para ter mais atenção nesses lances, mas acabou acontecendo”, concluiu.
Quinto colocado do Grupo 2 com quatro pontos, o Botafogo retorna a campo no próximo domingo, às 18h, contra o Joinville, no estádio Santa Cruz.

Foto: Rogério Moroti | Ag. Botafogo

 

%d blogueiros gostam disto: