Fillipe Souto, projeta partida contra o Mirassol: “duelo esperado por muitos”

Fillipe Souto em entrevista coletiva, nessa quinta-feira – Foto: Reprodução/Botafogo S.A

Voltar a vencer seria importante para recolocar o Botafogo-SP no G-8 do Campeonato Brasileiro da Série C. Para essa partida o tricolor estará de gás novo, após a contratação do novo treinador, Paulo Baier, para encarar o líder Mirassol, neste domingo, às 17h, no Estádio Santa Cruz, pela oitava rodada.

O desempenho inconstante do Botafogo, na Série C, acabou resultando na demissão do ex-treinador Leandro Zago. Entretanto, o capitão da equipe Fillipe Souto, afirmou que o principal responsável pelos maus resultados, são os próprios jogadores.

“É uma mudança natural no futebol, todos nós sabemos que quando não há resultados e uma queda de performance, há uma necessidade de mudar o ambiente de alguma forma. Normalmente, pela Cultura do Brasil, quem acaba sendo responsabilizado é o treinador. Mas nós sabemos que não é bem assim, todos nós sabemos, que todos que estamos aqui, somos responsáveis pela queda de rendimento e resultados ruins”, declarou o capitão.

Após três dias de treinamento com o novo comandante, Souto diz que a troca de técnicos, muda a forma de enxergar o futebol e a metodologia de trabalho. Entretanto, para essa mudança ser transformada em desempenho dentro do campo, os jogadores precisam assimilar as ideias para colher o fruto, no futuro.

“Estamos assimilando aos poucos, nós tivemos três treinos com ele [Paulo Baier], são ideias novas e todos nós somos corresponsáveis pela transformação [de postura]. Cabe aos jogadores, ter a mente aberta e renovar a perspectiva e as esperanças, para que sementes boas sejam plantadas [no trabalho do Baier]”, disse Souto.

Relacionamento com o ex-treinador

Um dos assuntos mais ventiladores, nos bastidores e na imprensa, seria que de alguns jogadores não tinham um bom relacionamento com o antigo treinador e que isso seria um fator determinante, para os maus resultados. Perguntado sobre o tema, na coletiva, Souto ressaltou:

“Como capitão da equipe eu posso responder pelos jogadores. Com o Leandro, não houve problema algum de relacionamento, o que houve foi uma sequência de resultados ruins, que ninguém esperava e acabou culminando na decisão da diretoria em demiti-lo.”

Duelo contra o Mirassol

Nesse domingo, o Pantera recebe o líder da competição, Mirassol. O jogo ocorre às 17h, em Ribeirão Preto no Estádio Santa Cruz. Os dois clubes vivem momentos distintos, o Leão busca se consolidar e se firmar na ponta da tabela, enquanto o Pantera, busca uma reabilitação para voltar ao G-8.

Sobre a partida, ele garante expectativa alta para o confronto e diz que esse é um jogo que todos esperam na Série C, principalmente por serem duas equipes de primeira divisão do Campeonato Paulista.

“O Mirassol também é uma equipe que tem esse peso de jogar o Paulistão, de ter a responsabilidade, entre aspas, de fazer uma boa campanha, assim como nós. É um duelo esperado por muitos na Série C, embora nos últimos jogos nós não tenhamos conseguidos as vitórias, tirando o jogo com o ABC-RN em casa, nós sabemos que é um adversário muito forte, que talvez tenha uma forma de jogar mais bem definida.”

“Nós temos que manter a confiança alta, encarar esse grande jogo para a nossa recuperação no Campeonato. Uma vitória nos coloca novamente, em uma situação favorável de G-8. Nós temos que abraçar o Paulo nesse desafio, pois ele veio para potencializar o nosso jogo e nós temos que dar essa resposta o mais rápido possível.”

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario