Finalização e filosofia de vitória são chaves contra o São Bento

Com o jogo contra o São Bento cada vez mais próximo, o objetivo principal do Botafogo é a vitória. E, para que ela possa vir de maneira mais tranquila, a finalização do time foi tema de debate nas últimas entrevistas concedidas por botafoguenses.

O treinador Léo Condé espera melhoras nesse quesito, e conta com o apoio dos jogadores para superar mais um desafio. “Tem que ter o entendimento que alguns atacantes que temos a disposição estão machucados. Agora a gente teve a chegada do Cafú que é meia-atacante. O Jheimi já teve sua oportunidade. O grupo é muito unido, não tem egoísmo. A gente espera que outros jogadores possam aproveitar as oportunidades que forem criadas”, afirma o treinador do Botafogo.

Coxilha dos Pampas 300X200

+ Bruno Moraes esbanja simpatia em entrevista ao WSports News

Outro tricolor que comentou sobre o assunto foi o “General” Bruno Moraes. Bruno ressaltou a qualidade dos garçons do Pantera. Ele atribui ao meias o alto número de chances criadas. “Até um pouco normal pela qualidade dos meias que criam muitas jogadas. Parece um número negativo, mas temos que olhar do lado positivo. Muitas chances estão sendo criadas”.

“O professor até nos alertou sobre isso. Fizemos um treinamento hoje (sábado, 17) e já está sendo trabalhado”, diz Bruno sobre o trabalho do grupo nas finalizações.

Bruno também comentou sobre a versatilidade por vezes forçada do elenco do Botafogo e reafirmou a qualidade do grupo, que vem dando a volta por cima das adversidades médicas. “Por conta das lesões, muitos jogadores foram sacrificados e tiveram que jogar fora das posições de origens, mas tem que olhar do lado positivo, todos estão dando conta do recado. Na hora que encaixar, as oportunidades vão surgir mais naturalmente. Se surgem duas, vão surgir quatro”.

+ Histórico recente não favorece o Botafogo contra o São Bento

O zagueiro Naylhor também comentou sobre o tema. Segundo ele, a jogada do gol contra a Ponte Preta, onde Danielzinho enfiou a bola para Bruno Moraes concluir, foi citada pelo treinador como saída para marcar gol na zaga da Macaca. “O Léo frisou essa jogada o intervalo do jogo. Disse que essa era a única jogada pra passar da defesa da Ponte: Um facão entre os dois zagueiros para o Bruno (Moraes)”.

“O pensamento de todos no início da partida deve ser a vitória. Todos os jogos tem que pensar assim. Se você pensa na vitória, você está mais perto do empate, se pensa no empate, está mais perto da derrota. Vou encarar assim até o final do campeonato” conclui Bruno Moraes com o que deve ser a filosofia do Botafogo para esta reta final.

Foto: Rogério Moroti / Agência Botafogo

Drogao 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: