“Foi radical demais, pode acabar prejudicando o clube”, afirma Jheimy após rescisão

Após ter o contrato rescindido com o Botafogo por problemas disciplinares, o atacante Jheimy falou sobre a sua saída do clube. O Jogador confirmou que, de fato, descumpriram o que foi orientado, entretanto, em sua visão, a decisão de rescisão foi exagerada.

“Depois do jogo aconteceram alguns problemas e a diretoria chegou a conclusão de que era melhor rescindir o contrato e eu acatei, fico triste porque era um momento bom meu e do clube. A única coisa que eu discordo é que eu acho que foi radical demais a opção de mandar embora e isso pode acabar prejudicando o próprio clube”, afirmou Jheimy.

+ Botafogo rescinde os contratos de Jheimy, Everton Heleno e Guilherme Garré

O jogador não quis entrar em detalhes sobre os fatos que culminaram com a decisão do clube. Para ele, apesar de confirmar que passaram dos limites, a situação poderia ser conduzida de outra forma.

“Houve alguns problemas de disciplina, mas poderia ter sido feita de outro jeito e eu sou homem para assumir os meus erros. Eu nunca tive problemas deste tipo, estou chegando aos 30 anos de idade e nunca sequer peguei uma multa por atraso. Por onde eu passei se perguntarem sobre mim, vão saber que eu sempre fui profissional independente de estar jogando ou não”, contou Jheimy.

Problemas de indisciplina são recorrentes no futebol e Jheimy afirma que já viu coisas piores em outros lugares, que não tiveram um desfecho desse tipo.

“Eu fico triste, porque já vi coisas piores em outros lugares que não foram conduzidas dessa maneira”, disse o ex-jogador do Botafogo.

Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo

 

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario