FPF não libera utilização de atletas acima de 23 anos na quarta divisão

O Leão do Norte vai disputar em 2018 a quarta divisão do Campeonato Paulista, e até o momento, o regulamento tem causado grande divergência entre as equipes que vão participar do torneio e a FPF. A Federação Paulista de Futebol deseja que o torneio seja disputado apenas por atletas de até 23 anos, sendo assim, a competição passa a ser considerada sub-23.

O presidente do Comercial, Ademir Chiari, esteve em São Paulo na última quinta-feira (14), para discutir o assunto com os representantes da FPF. O mandatário Alvinegro afirma que aparentemente a decisão está tomada e que jogadores acima da idade não vão poder atuar no torneio.

“A principio não será possível utilizar nenhum jogador, eu disse ao presidente da federação paulista que o sindicato dos atletas profissionais afirma que ao menos três atletas acima da idade poderão jogar, mas ele disse para mim que eles podem até dizer que sim, porém, não será possível a utilização”, afirmou Ademir Chiari.

A posição do Sindicato dos Atletas Profissionais do estado de São Paulo é de que não se pode proibir um trabalhador de exercer sua função delimitando uma idade. O advogado do sindicato, Carlos Mancini, afirma que a federação está se baseando numa liminar que garantia a utilização de três jogadores acima da idade no ano de 2017.

“O sindicato entrou com um processo, a juíza deu uma sentença, uma liminar concedendo o direito de inscrever quantos jogadores acima da idade o clube quisesse, mas, que só poderiam atuar ao mesmo tempo apenas três. Está liminar foi concedida e ela especifica unicamente o campeonato de 2017. É nisso que a federação está se pautando para não permitir a inscrição dos jogadores acima da idade”, afirmou Mancini.

O sindicato briga por uma prorrogação da liminar, para que ela se estenda para os próximos anos.

“Nós do sindicato já entramos com um recurso ordinário junto ao tribunal, para que essa decisão seja extensiva aos campeonatos dos próximos anos. Estamos aguardando a decisão do tribunal para dizer se está liberado realmente ou não. A federação afirma que não pode por estar se pautando na liminar que liberaria 2017, mas que não cita os torneios futuros”, concluiu Mancini.

 

 

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: