FPF x Sapesp: “bezinha” volta a ser sub23

A briga do Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo contra a FPF ganhou mais um capitulo no final da tarde desta segunda-feira (12). A Federação Paulista entrou com um mandado de segurança na Justiça do Trabalho para suspender a decisão anunciada pelo sindicato na semana passada, que permitia a utilização de atletas acima de 23 anos na quarta divisão do futebol paulista.

A tutela conseguida pelo Sapesp tinha como principais pedidos, a permissão de que jogadores acima da idade pudessem atuar, e que a nomenclatura do campeonato fosse modificada, retirando o sub23 do nome.

Unimed 300X200

+ Comercial não sai do zero com o Catanduva

O resultado favorável para a federação foi anunciado na segunda-feira, em nota oficial expedida pela entidade.

“O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região acolheu o pedido da FPF e suspendeu a liminar obtida pelo Sindicato de Atletas de São Paulo, que previa a inscrição de atletas acima dos 23 anos na competição.”

O presidente do sindicato, Rinaldo Martorelli, fez um comunicado através das redes sociais da organização.

“O sindicato continuará trabalhando, para que os atletas possam atuar de forma livre na segunda divisão. É isso que nós vamos fazer, vamos continuar nesta luta”, afirmou Martorelli.

A batalha judicial deve prosseguir e ter novos capitulos. O Comercial prefere adotar cautela, e segundo o presidente Alvinegro, Ademir Chiari, “o clube seguirá o planejamento inicial”.

Arte: JV Menezes / WSports

 

 

Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
%d blogueiros gostam disto: