radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Governo negocia a compra de 70 milhões de doses de vacina da Pfizer

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

 Ministério da Saúde divulgou uma nota na noite de ontem, segunda-feira (7), afirmando que deve assinar, ainda nesta semana, um memorando de intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina produzida pela Pfizer e pela Biontech contra a Covid-19. De acordo com a nota, as negociações “avançam” e a vacina deve ser fornecida em 2021.

Leia também: Idosa de 90 anos é a primeira a ser vacinada contra a Covid-19 no Reino Unido

UNIMED

“O governo brasileiro e a Pfizer avançam nas tratativas na intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e Biontech contra a Covid-19, a ser fornecida em 2021. Os termos já estão bem avançados e devem ser finalizados ainda no início desta semana com a assinatura do memorando de intenção”, informou o ministério, que não estipulou uma data para as doses chegarem ao país caso forem mesmo compradas.

Ministério realiza reunião com a Pfizer

Na tarde de ontem, foi dado mais um passo rumo à parceira. Isso porque o secretário-executivo do ministério, Elcio Franco, e técnicos jurídicos da pasta se reuniram com representantes da Pfizer.

Oportunidade: Mais de 800 CURSOS GRATUITOS online com Certificado

Até a ocasião, o governo federal só havia anunciado uma parceria para adquirir a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido, e a farmacêutica AstraZeneca.Leia Também:

Idosa de 90 anos é a primeira a ser vacinada contra a Covid-19 no Reino Unido

São 376 novos óbitos por Covid-19 nesta segunda-feira

Bolsonaro diz que vacina contra Covid será gratuita e para toda a população

Nesta terça-feira (08) está prevista uma reunião entre governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir o plano de vacinação da população.

Idosa é a primeira a ser imunizada no Reino Unido 

Na contramão da lentidão do governo brasileiro, o Reino Unido começou, nesta terça-feira, a aplicação da vacina contra a Covid-19. Naquele país, inclusive, o imunizante usado é o desenvolvido pela Pfizer.

A primeira contemplada foi Margaret Keenan, uma vovó britânica de 90 anos. Desse modo, a idosa se tornou a primeira pessoa no mundo a receber uma dose da vacina da empresa – fora do ensaio técnico.

Nesta primeira fase de vacinação no Reino Unido, idosos, funcionários e residentes de asilos e profissionais de saúde que atuam na linha de frente da pandemia serão os primeiros a ser imunizados.

De acordo com o canal de televisão “BBC”, o país comprou 40 milhões de doses da vacina da empresa. Como cada pessoa precisa de duas doses, 20 milhões de pessoas serão imunizadas nos próximos meses.

Leia Mais

W Sports