Gustavo Marciano vê placar injusto e cita psicológico abalado após gols em sequência

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Em sua estreia como treinador do Comercial, Gustavo Marciano não teve uma tarde de terça-feira das melhores. O comandante Alvinegro viu seu time ser goleado em casa por 3×0 diante do Votuporanguense na primeira rodada da Copa Paulista.

Segundo ele o preparo físico dos jogadores não foi o principal motivo para a queda de produção na segunda etapa, e sim o psicológico de seus atletas após levarem três gols em sequencia. “Eu não vejo que foi o preparo físico, quando você toma três gols em dez minutos a tendência do time, o psicológico é tomar um baque, mas eu não vejo que a preparação física esteja não sendo da maneira que tenha que ser. Até mesmo nos jogos-treino tivemos uma intensidade muito alta, mas nesse jogo os gols que tomamos muito rápido dificulta para uma recuperação,” disse o técnico.

Ele acredita que o resultado foi injusto, pois viu o time melhor, principalmente no primeiro tempo. “Eu acho que não foi justo. Principalmente pelo jogo que a gente fez no primeiro tempo, tivemos duas ou três chances, o Willian chegou duas vezes na linha de fundo e cruzou para o Sapo brigar pela bola dentro da área, o último lance da primeira etapa o Medina tirou do goleiro e o zagueiro deles tirou de dentro do gol. Eu não acho que os 3 a 0 foi justo, mas temos que melhorar, não podemos tomar esses gols que tomamos,” finalizou Marciano.

FOTO: Rafael Alves/Comercial

Balau

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario