radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Inflação no mês de julho é a maior desde 2016

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

O preço da gasolina e da energia elétrica influenciaram na inflação de julho, que ficou em 0,36%. A taxa é a maior para um mês de julho desde 2016, quando registrou 0,52%. Se comparado a junho, o aumento foi de 0,10 ponto percentual. 

Os dados compõem o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, divulgados nessa sexta-feira (7). No acumulado do ano de 2020, o indicador é de 0,46%. Em julho do ano passado, a taxa foi de 0,19%.   

Bodytech 300X200

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE, seis apresentaram alta no mês de referência. O maior impacto vem do setor de Transportes, que teve alta de 0,78%. Entre os itens, a gasolina colaborou com o maior impacto individual (0,16 p.p.) no IPCA do mês, com alta de 3,42%. 

Ainda de acordo com os dados, óleo diesel (4,21%), etanol (0,72%) e gás veicular (0,56%) também subiram, levando o grupo dos combustíveis a um resultado de 3,12%. As passagens também tiveram alta. No Rio de Janeiro, a alta no valor do tíquete do metrô, que foi de 3,31%, contribuiu com o indicador.   

O grupo Habitação teve alta de 0,80% nos preços, que mostrou avanço em relação a junho. Nesse setor, a segunda maior contribuição individual para o IPCA do mês (0,11 p.p.) foi o item energia elétrica, que variou 2,59%. Das 16 regiões pesquisadas, 13 apresentaram aumento, reflexo de reajustes tarifários em várias capitais.

O grupo de Alimentação e bebidas apresentou estabilidade no mês de julho, variando apenas 0,01%. Entre os grupos que apresentaram quedas nos preços, o destaque foi para o grupo de Vestuário, que apresentou a maior taxa negativa de julho, com -0,52%. Esse foi o 3º mês consecutivo de queda do grupo, que em maio registrou -0,58%, e em junho, -0,46%. 

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980 e se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. 

A base de cálculos para o mês de julho foi a comparação de preços no período de 1º a 28 de julho de 2020 (referência), com os preços vigentes no período de 29 de maio a 30 de junho de 2020 (base).

A pesquisa completa está no site ibge.gov.br.

Fonte: Brasil 61

Leia Mais

W Sports