Léo Condé analisa Cuiabá e espera “marcação muito forte” do rival

Após mais uma semana livre para treinamentos, algo que será comum na Série C, Léo Condé mostrou bom humor em coletiva concedida nesta manhã.

O treinador destacou os trabalhos feitos nesta semana onde, em algumas oportunidades, o time titular treinou com 12 jogadores. Sobre o rival, Léo destacou a intensa marcação da equipe mato-grossense. “Uma equipe que tem uma marcação muito forte, agressiva. Procuramos trabalhar bastante movimentação e posse de bola, é um jogo de paciência. Só depois vamos pensar no jogo contra o Volta Redonda. Temos que ir um passo de cada vez”.

“A gente vai construindo ao longo da semana os trabalhos em equipe, os setores, também visualizando a partida seguinte, buscando trabalhar as dificuldades do adversário e as qualidades”, completou Condé sua análise do trabalho semanal botafoguense.

+ Botafogo treina com 12 titulares e sem Tchô para enfrentar o Cuiabá

Condé também salientou a necessidade de mudar as peças nos treinamentos, devido às mudanças que ocorreram no elenco do Paulistão para a Série C. “Estamos procurando construir um modelo de jogo, então é importante rodar bastante durante a semana, para que os atletas possam conhecer as características do outro”.

Confiante, o comandante Tricolor falou também sobre as lesões, problemas que assolaram o Botafogo no Campeonato Paulista. Desde o início da Série C, Léo já viu três dos seus jogadores passarem pelo departamento médico. Marcos Martins, Tiago Cardoso e agora Tchô.

“Para este início tivemos o Marcos Martins. Mas nessa semana ele foi no dentista e detectaram um foco, ele acabou extraindo um dente e pode ter sido isso o que causaram suas lesões recentes. O Tchô não foi nada grave, deve retornar na semana que vem”.

“Isso aí não tem jeito, ou você treina pouco e vai mal condicionado para o jogo e todo mundo legal, ou você treina forte e corre esse tipo de risco, mas é claro que estamos atentos, caso volte a acontecer um número alto de lesões nós repensaremos a carga de trabalho, mas isso é do futebol”.

Yuri, sob os olhares de Condé, pode ser titular neste sábado (Foto: João Victor Menezes / WSports)

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario