Lucca culpa lentidão por primeira derrota da Ponte no Brasileirão

Depois de golear o Sport na estreia pelo Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta conheceu seu primeiro revés logo na rodada seguinte. Nesse domingo, a Macaca acabou derrotada pelo Botafogo, no Rio de Janeiro, por 2 a 0. Além do placar, chamou atenção a ineficiência dos vice-campeões paulistas, que conseguiram até se impor como visitante, mas pecaram nos momentos decisivos.
O time da Ponte Preta teve mais posse de bola que o Botafogo no jogo (50% a 41%) e trocou 570 passes contra 358 dos mandantes. Mas o acesso de erros pesou. Alguns números deixam isso mais claro ainda. Por exemplo, os ponte-pretanos finalizaram 13 vezes, mas só duas acertaram o alvo. Já o Glorioso finalizou 11, mas acertou o gol em seis tentativas. Foram 30 cruzamentos da Macaca, com apenas cinco deles no endereço certo, diante de apenas 15 do Fogão, sendo sete deles certos. Em escanteios, seis a um para a Ponte.
> Receba as notícias do futebol em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook
Para Lucca, atacante da equipe de Campinas, a explicação para a derrota fora de casa cai sobre a lentidão com que o time se comportou, apesar de ter até mais posse de bola.
“Nós não conseguimos impor nosso jogo, time muito lento, tocou na boal um pouco lento. E a equipe deles aproveitou bobeiras nossas e venceu a partida. Agora tem que, durante a semana, acertar (o que está errado). E tem que ter um pouco mais de rapidez na hora de tocar a bola para tentar vencer o Atlético (Mineiro) lá”, comentou o jogador ao Sportv, claramente abatido na saída de campo.

Foto: Satiro Sodré | SSPress | Botafogo

 

%d blogueiros gostam disto: