Maior goleada da história do Campeonato Paulista completa 100 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

UNIMED

Por Luiz Minici,

Você sabia que a maior goleada da história do Campeonato Paulista desde a sua primeira edição em 1902 completa 100 anos neste sábado? Há exatamente um século, o Paulistano superava a Associação Atlética das Palmeiras por nada menos que 12 a 0, marca histórica até os dias atuais.

Era amadora
A primeira edição do Campeonato Paulista aconteceu em 1902 e o profissionalismo foi instaurado no futebol brasileiro apenas em 1933. Durante o período amador, o mundo da bola viveu momentos históricos como o primeiro título da Seleção Brasileira, além do surgimento de ídolos e de goleadas marcantes.

Este é o caso da vitória do Paulistano diante do AA Palmeiras por incríveis 12 a 0. Até hoje, o placar elástico ostenta o fato de ser a maior goleada da história do Campeonato Paulista. Naquela partida, Friedenreich, o primeiro ídolo nacional, foi o destaque do duelo ao lado de seu companheiro de ataque Cassiano, já que ambos anotaram uma dezena de gols -cinco cada. Zonzo e Guariba complementaram o placar.

1920
Naquele ano, o regulamento previa que todos os 10 clubes se enfrentariam entre si e o maior pontuador ficaria com o título do Campeonato Paulista. Naquela altura, o Paulistano chegava como o principal vencedor estadual, com sete conquistas -1905, 1908, 1913, 1916, 1917, 1918, 1919. Já a Associação Atlética das Palmeiras havia levantado o troféu por três oportunidades -1909, 1910 e 1915.

AA das Palmeiras e Paulistano se enfrentaram na terceira rodada, no dia 16 de maio de 1920, no campo ‘Chácara da Floresta’, em São Paulo. O local foi palco da maior goleada da história do Campeonato Paulista, quando os visitantes, com gols de Friedenreich (5), Cassiano (5), Zonzo e Guariba, venceram os mandantes por 12 a 0.

Após 16 partidas disputadas, Palestra Itália e Paulistano terminaram empatados com 26 pontos. O regulamento previa a realização de um confronto desempate para conhecer o novo campeão. No dia 19 de dezembro, os ‘italianos’ venceram por 2 a 1, e levantaram o título paulista pela primeira vez em sua história.

Ídolo
Referência na época, o Paulistano contava com Friedenreich, o primeiro ídolo nacional da história do futebol brasileiro. Ao todo, ‘El Tigre’ foi campeão paulista pelo clube em sete oportunidades -1918, 1919, 1921, 1926, 1927 e 1929. Fried ainda seria fundamental na primeira conquista estadual da história do São Paulo, em 1931. O ex-jogador também foi artilheiro do Campeonato Paulista por sete vezes -1912, 1914, 1917,1918, 1919, 1921, 1927, 1928 e 1929.

Pela Seleção Brasileira, Friedenreich foi o autor do gol do título do Campeonato Sul-Americano de 1919, o primeiro da história canarinha. Três anos depois, ainda seria fundamental em mais uma conquista sul-americana com as cores verde e amarela.

Ficha técnica:
AA das Palmeiras 0 x 12 Paulistano
Campeonato Paulista de 1920

Local: Campo da ‘Chácara da Floresta’, em São Paulo;
Data: 16 de maio de 1920;
Árbitro: Joaquim de Almeida;
Gols: Friedenreich (5), Cassiano (5), Zonzo e Guariba.

AA das Palmeiras: Agenor; Muniz e Leite; Aranha, Carmo e Nardine; Estrella, Pamplona, Alencar, Santos e Mario.

Paulistano: Arnaldo; Orlando e Carlito; Sergio, Zito e Mariano; Zonzo, Guariba, Friedenreich, Cassiano e Carneiro Leão.

Foto: Arquivo Nacional

Leia Mais