Minimizando gols sofridos, Dorival Júnior valoriza DNA ofensivo da equipe do Santos

O Santos bateu o Red Bull Brasil por 3 a 2 no último domingo, no Estádio do Pacaembu e segue com 100% de aproveitamento no Paulistão 2017. Apesar de ter sofrido quatro gols nas primeiras duas rodadas, o técnico Dorival Júnior prefere observar os nove que foram marcados.

“São dois jogos com quatro gols tomados. Mas fizemos nove. Não me preocupo muito com o que acontece. Eu me preocupo se deixarmos de fazer gols. O Santos é preparado para atacar e vamos encontrar equilíbrio daqui a pouco”, disse o comandante.

> Receba as notícias do futebol em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook

Dorival avaliou ainda um erro que não é costumeiro de ser cometido pelo Santos. O time preferiu carregar a bola e tentar a finalização com ansiedade ao invés de trocar passes e ter paciência para definir.

“Foi um jogo muito disputado. Caímos em um erro que nunca tivemos desde que estamos aqui (julho de 2015), que é carregar a bola, com ansiedade de definir a sorte da partida rapidamente. Nunca aconteceu isso com o Santos. O RB Brasil fez grande apresentação, muito bem posicionado. Tivemos espírito de luta de fazer, mesmo que erradamente, para resolver a partida. Alcançamos um resultado pela insistência e garra de todo o grupo”, concluiu.

O Santos volta a campo nesta quarta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro, para o clássico diante do São Paulo, válido pela terceira rodada do Paulistão.

Foto: Ivan Storti | Santos FC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: