Página Inicial Notícias “A alegria por jogar no São Paulo pesou”

“A alegria por jogar no São Paulo pesou”

Escrito porRedação Wsports 28 28America/Sao_Paulo novembro 28America/Sao_Paulo 2016

Assim como os jogadores, o comandante interino Pintado deixou a Arena Independência com a sensação do dever cumprido. Com a missão de conduzir o Tricolor nesta reta final da temporada após a saída de Ricardo Gomes – e a chegada de Rogério Ceni -, o ex-meio-campista deu conta do recado e pôde celebrar a heroica virada sobre o Atlético-MG por 2 a 1 no confronto válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro de 2016.

“Nós planejamos essa vitória. O grupo treinou durante a semana e não podemos esquecer que o trabalho e a vitória têm muito da mão do Ricardo Gomes. Muito mesmo. O amor e a entrega dos jogadores foram fundamentais. A alegria por jogar no São Paulo pesou. Isso queremos ver sempre: essa vibração, esse amor e essa dedicação da equipe hoje, atuando como time, como clube grande, que isso seja levado ao ano que vem”, afirmou o membro da comissão técnica, que completou.


“O mais importante é que temos um treinador antenado e que sabe de tudo o que acontece aqui dentro. O Rogério já está trabalhando com a gente e isso nos deixa confiante para um grande ano. Já conversamos. Rogério está planejando tudo, e isso é muito importante. Todos estão aqui para apoiar e dar respaldo. Essa é a ordem do presidente: ajudar no que foi possível agora para que 2017 seja de vitórias”, acrescentou.

Com as voltas de Chavez e Luiz Araújo, que cumpriram suspensão automática no último final de semana, o técnico interino Pintado escalou o time são-paulino com Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Wellington, Thiago Mendes e Cueva; David Neres, Luiz Araújo e Chavez.

O zagueiro Breno e o atacante Ytalo (cirurgias no joelho), o meia Lucas Fernandes (cirurgias no joelho e no ombro), volante Wesley (entorse no joelho direito), o atacante Kelvin (aprimora a forma física após se recuperar de um estiramento na coxa esquerda) e o meio-campista João Schmidt (suspenso por cartão amarelo) não estavam à disposição.

“Na verdade, nós que vivemos o dia a dia conhecemos o caráter e a disposição de cada um. E não é por falta de vontade que as coisas não acontecem. Não podemos esquecer que temos um Bruno lutando muito, o Hudson que sempre entrega o máximo pelo São Paulo, Lyanco e outros jovens que brigam. O Robson entrou muito forte, com disposição, que é o que queremos no São Paulo”, finalizou.

Com o resultado positivo em Belo Horizonte neste final de semana, o Tricolor subiu para a 11ª colocação, agora com 49 pontos em 37 jogos. Na rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro, o São Paulo receberá o Santa Cruz na capital paulista em duelo que está agendado para o próximo final de semana.

Fonte: Agência São Paulo