Página Inicial Comercial Avassalador, Comercial atropela São Carlos

Avassalador, Comercial atropela São Carlos

Escrito porWsports 8 08America/Sao_Paulo setembro 08America/Sao_Paulo 2016

comercial_sao_carlos

O Leão do Norte que já havia garantido a classificação para a próxima fase da Copa Paulista no final da manhã, quando o Rio Claro goleou por 4 x 0 o único time que poderia somar 18 pontos, naquele momento, a mesma pontuação do alvinegro, entrou em campo para enfrentar o São Carlos com o mesmo ímpeto de quem precisa da vitória para conseguir a vaga. O primeiro tempo do Comercial foi simplesmente avassalador!

Tomando a iniciativa do jogo, o time comandado por Marcelo Dias adiantou suas linhas de marcação e pressionava o adversário desde a linha da grande área são-carlense, a pressão era tamanha que a zaga não sabia o que fazer com a posse de bola e os erros começaram a aparecer.


Inteligente e capaz, o ataque comercialino não demorou a começar materializar as jogadas em gols e assim surgiu uma goleada implacável.

O primeiro a marcar foi Mael, após uma cobrança de lateral, a bola foi em direção a Ingro que dentro da área só desviou de cabeça para Mael que entrava no segundo pau, o camisa 10 do Leão nem saiu do chão para cabecear e marcar o primeiro gol da partida.

O segundo veio dois minutos após o gol de Mael, uma linda jogada pela direita, Júlio Lopes levou para o fundo e cruzou pra trás, Ingro que entrava em velocidade chapou a bola e fez um lindo gol.

O terceiro foi fruto da pressão na saída de bola adversária, a bola foi recuada para o goleiro Tom que apertado por Ingro dentro da área teve que tentar o drible, conseguiu, mas não passou por Ewerton que vinha logo atrás, o volante comercialino roubou a bola do goleiro que ainda tentou dar um carrinho desesperado para tentar tirar a bola e acertou as pernas de Ewerton. Pênalti que o próprio Ewerton bateu para marcar o terceiro gol do Leão.

O quarto surgiu de um contra ataque mortal. Ingro recuperou a bol na intermediária defensiva do Comercial, carregou um pouco a bola, em velocidade extrema pela lateral esquerda defensiva do Leão e ao passar um pouco da linha do meio de campo, a bola quase saiu pela lateral, mas Ingro foi persistente e conseguiu evitar a saída da bola com um tapinha pra dentro do campo adversário, o passe foi digno dos melhores meias, em um ponto futuro, onde chegaria Matheus Totô, numa fração de segundos, o camisa 9 dominou e partiu para a área do São Carlos, mesmo acoçado por um zagueiro à suas costas e outro fechando em diagonal, além de o goleiro Tom saindo aos seus pés, Totô teve o sangue frio do artilheiro para dar um toquinho suave na bola que entrou macia no canto esquerdo do goleiro são-carlense.

O São Carlos, ainda no primeiro tempo, diminuiu com Marques em uma belíssima cobrança de falta.

No segundo tempo o time azul voltou disposto a reverter a situação e com duas alteração conseguiu dar outra movimentação ao jogo. Com maior posse de bola, avançando suas linhas e com o ímpeto de quem quer igualar o placar, o São Carlos foi bem, mas não melhor do que o Comercial que ainda teve chances claras de fazer o quinto gol com Rodriguinho que desperdiçou um gol feito.

O São Carlos ainda conseguiu marcar o segundo gol, após uma pane geral no sistema defensivo do Leão que ficou assistindo a uma cobrança de escanteio e a chegada do zagueirão Pulo Victor entrar na área e bater firme para o gol.

Após segundo gol do adversário, o técnico Marcelo Dias substituiu Jean natal por Naldinho e a partir daí o Leão voltou a ter o domínio do jogo, assim foi até o final.

Ficha técnica

Local
Dr. Francisco de Palma Travassos – Ribeirão Preto (SP)
Árbitro
Lucas Canetto Bellote
Assistentes
Luis Alexandre Nilsen e Ítalo Magno de Paula Andrade
Renda
R$ 7.433,00
Público
636 pagantes
Gols
Comercial: Mael 14′ 1T, Ingro 16′ 1T, Ewerton 25′ 1T, Matheus Totô 32′ 1T
São Carlos: Marques 37′ 1T, Paulo Vitor 23′ 2T
Comercial
Otávio; Ewerton, Danilo Costa, Marco Tiago e Murilo Ceará; Jordã, Ewerton, Jean natal e Mael; Ingro e Matheus Totô.
Técnico: Marcelo Dias
São Carlos
Tom; Ivan, Andrezão, Paulo Vitor e Vandinho; Diogo, Vinicius Golas, Alexandre Vecchio e Jadson; Marques e Marcos Nunes.
Técnico: Rafael Guanaes

Foto: Rafael Alves / Comercial FC

tres_estrelas_assinatura

[widgets_on_pages id=”comercial”]