Página Inicial Notícias Com mais quatro pódios neste domingo, Brasil fecha Abu Dhabi com 13 medalhas

Com mais quatro pódios neste domingo, Brasil fecha Abu Dhabi com 13 medalhas

Escrito porRedação Wsports 31 31America/Sao_Paulo outubro 31America/Sao_Paulo 2016

Quatro judocas brasileiros chegaram às decisões por medalhas neste domingo, último dia de Grand Slam de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes e os quatro conquistaram medalhas. Maria Suelen Altheman (+78kg) foi campeã, Luciano Corrêa (100kg) levou a prata e, David Moura (+100kg) e Samanta Soares (78kg) ficaram com bronze. Com os pódios de sexta e do sábado, o Brasil encerrou a competição com um total de 13 medalhas na primeira etapa de Grand Slam pós-Jogos Olímpicos do Rio.

Quadro geral de medalhas
Única medalhista de ouro da delegação brasileira, Suelen teve um domingo perfeito, vencendo Kubra Kara, da Turquia, Maria Slutskaya, da Bielorrússia, e Carolin Weiss, da Alemanha para conquistar o ouro. Na final, a brasileira imobilizou a alemã por 20 segundos, o que configura ippon, e comemorou muito em seu retorno às competições após os Jogos do Rio.


Luciano Corrêa também chegou à final de sua categoria, mas foi superado pelo azeri Elkhan Mammadov levando uma punição a mais que o adversário (2 a 1). Antes disso, o brasileiro havia passado por Philip Alcaraz, da Grã-Bretanha, e pelo sueco Joakim Dvarby.

No pesado masculino, David Moura estreou nas quartas-de-final com derrota por um shido para o russo Anton Brachev, mas recuperou-se na repescagem com um belo uchi mata contra Nabil Zalagh, da França, e finalizou o russo Soslan Bostanov no solo para conquistar a medalha de bronze.

Mesmo desempenho da meio-pesado Samanta Soares, que perdeu para Sama Camara, da França, na estreia, superou Brigite Rose, de Seychelles, na repescagem, e venceu Madeleine Malonga, da França, na disputa de medalha.

João Marcos Cesarino (+100kg) e Eduardo Bettoni (90kg) também lutaram neste domingo, mas ambos caíram na repescagem. Cesarino foi superado por Michal Horak, da República Tcheca, e Bettoni não passou por Tural Safguliyev, do Azerbaijão.

Nos primeiros dias de competição, o Brasil conquistou três pratas com Eric Takabatake (60kg), Victor Penalber (81kg) e Maria Portela (70kg), além de seis bronzes, com Charles Chibana (66kg), Nathália Brígida (48kg), Jéssica Pereira (52kg), Mariana Silva (63kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Bárbara Timo (70kg).

Fonte: Confederação Brasileira de Judô