Página Inicial Notícias Como cuidar da beleza na gravidez?

Como cuidar da beleza na gravidez?

Escrito porRedação Wsports 12 12America/Sao_Paulo dezembro 12America/Sao_Paulo 2016

O bem-estar durante a gravidez depende diretamente do seu estado emocional, da manutenção com a beleza e da prática de exercícios. Cultivar a autoestima também é uma excelente forma de amenizar algumas alterações que surgem com a gravidez.

Se você é gestante (ou pretender ser em breve), confira vários cuidados específicos para se manter bonita e saudável nessa época tão especial.


Exercícios Físicos

A gravidez é um fato limitante para atividades físicas. Os riscos de traumas são significativos, quando comparados aos benefícios. Por isso, é indicado que a grávida procure apenas exercícios suaves.

No caso da musculação, existem médicos que defendem que a gestante pode dar continuidade se já estiver acostumada — desde que não tenha tido nenhum sangramento nem parto prematuro em uma gestação anterior. Para isso, porém, é preciso a liberação do obstetra e os treinos deverão ser adaptados ao seu novo estado.

Um dos exercícios mais recomendados nessa fase é a hidroginástica.

Inchaço

O inchaço, chamado pelos médicos de edema, acomete principalmente os membros inferiores no início do sétimo mês de gestação. Isso acontece pela retenção de líquidos, que é normal na gravidez.

Evite muito sal e beba bastante líquido. Um travesseiro embaixo do colchão para as pernas ficarem levemente erguidas facilita a circulação do sangue. Evite ficar muito tempo em uma mesma posição, pois pode aumentar o inchaço. O uso de meia elástica também pode ajudar.

Manchas

A pigmentação na gravidez é resultado da intensa ação hormonal na segunda fase da gestação. Os hormônios da placenta, do bebê e da própria mãe agem sobre a pele, podendo criar manchas hiperpigmentadas. Isso aumenta a sensibilidade da pele ao sol, fazendo com que cerca de 75% das gestantes apresentam melasmas (manchas amarronzadas que aparecem nos dois lados do rosto, especialmente nas bochechas, no queixo e na área entre os lábios e o nariz).

Para evitá-las, é necessário usar filtro solar todos os dias com FPS acima de 30, mesmo quando se está dentro de casa. Evite sol forte no rosto, use sempre chapéu e óculos escuros com FPS. Para amenizar as manchas são indicados peelings superficiais com ácido glicólico ou alfa-hidroxiácidos. Os tratamentos com substâncias despigmentantes só podem ser feitos após a amamentação.

Tintura

O uso de alguns tipos de tintura de cabelo não é contraindicado, mas, por precaução, recomenda-se a utilização apenas a partir do segundo trimestre. É importante usar só tinturas industrializadas de procedência segura, pois produtos feitos em laboratórios clandestinos podem conter substâncias tóxicas. As tinturas antigas continham chumbo, o que aumentava as chances de aparecerem alergias na mulher, além de serem tóxicos ao feto.

Os produtos modernos têm pouca amônia e substâncias alcóolicas, mas na dúvida é melhor evitar colorir o cabelo antes do terceiro mês. Se você precisa pintar os cabelos, converse com seu médico para saber o produto mais indicado.

Esmalte

Não existe nenhuma contraindicação em usá-los durante a gestação, porque eles têm quantidades pequenas de substâncias potencialmente tóxicas ao feto. Apenas deve-se evita-los se você for alérgica ao produto. Mesmo assim, as alterações encontradas (como dermatite de contato alérgica, ou por irritação primária), não prejudicam o feto.

O problema encontra-se na quantidade de acetona do removedor de esmaltes. Não há estudos que mostrem sua segurança, portanto deve-se usar removedores específicos para retirar o esmalte. Para o parto, é indicado não pintar as unhas, pois elas são um sinal importante para o anestesista.

Alimentação

Estima-se que durante a gestação são necessárias cerca de 200 calorias a mais por dia, número que pode variar de acordo com o nível de atividade física da futura mãe. Bom senso e atenção são suficientes para garantir uma alimentação saudável e um ganho de peso compatível com os padrões.

Estrias

As estrias são cicatrizes ocasionadas pelo rompimento das fibras elásticas e de colágeno geradas por estiramento excessivo ou rápido da pele e por mudanças hormonais que acontecem durante a gravidez. Cuide bem da pele e controle o peso.

A pele deve estar hidratada para que as fibras de colágeno e elastina aguentem a pressão que o crescimento da pele faz durante a gravidez, principalmente na região da barriga e seios. Produtos que contenham em sua fórmula ureia (máximo 3%), lactato de amônia, colágeno, elastina, vitamina E e óleos vegetais são recomendados antes e durante a gravidez. O uso dos hidratantes deve continuar ou ser começado assim que souber da gravidez, pelo menos duas vezes por dia.

Produtos para usar durante a gravidez

Hoje, a indústria da beleza apresenta várias alternativas em produtos específicos para gestantes: cremes, filtros, shampoos, tinturas, etc. Portanto, aproveite este momento tão especial na vida de uma mulher. Ao mesmo tempo em que curte seu filho crescendo dentro de você, use e abuse do seu charme e sensualidade.

Óleo de amêndoas

O poder de hidratação do óleo é maior porque ele forma uma película protetora que previne o ressecamento e suaviza as partes ásperas do corpo. O óleo com amêndoas é um óleo vegetal rico em vitaminas e que atua como hidratante suavizante e nutritivo, restaurando a elasticidade da pele e proporcionando maciez. Durante a gravidez, ele pode ser usado no abdômen, glúteo, coxas e mamas, regiões que mais necessitam de hidratação.